Covid-19

Novo coronavírus permanece no ar por até três horas, sugere estudo

O tempo exato que o vírus permanece nas superfícies ainda é incerto, mas alguns estudos calculam entre horas a dias

  • Por Equipe Sempre Família
  • 13/03/2020 15:48
Novo coronavírus ficaria de horas a dias em superfícies e objetos
Novo coronavírus ficaria de horas a dias em superfícies e objetos| Foto: Bigstock

Uma das medidas de combate às infecções, como o Covid-19, é saber exatamente quanto tempo o vírus permanece vivo em superfícies e objetos. A resposta a essa dúvida foi estimada em um estudo norte-americano divulgado nessa quarta-feira (11).

De acordo com os pesquisadores, o SARS-CoV-2 poderia ficar circulando no ar por até três horas. Caso a superfície ou o objeto em que o vírus estiver presente for de cobre, ele é capaz de permanecer por ali até quatro horas. No papelão, 24 horas. Em plásticos e no aço inoxidável, dois a três dias.

Os resultados, no entanto, são preliminares e foram publicados na base de dados do medRxiv sem passar por uma revisão de outros pesquisadores.

Outros coronavírus

Outro estudo, divulgado em fevereiro, trazia uma revisão de uma série de pesquisas envolvendo alguns dos coronavírus (e não apenas o novo, que é causador do Covid-19) para estimar esse mesmo tempo.

Nesse comparativo, divulgado na revista "The Journal of Hospital Infection", os pesquisadores acreditam que, se o vírus seguir o mesmo caminho que outros vírus semelhantes a ele, como o SARS ou MERS, o SARS-CoV-2 poderia permanecer em superfícies de metal, vidro ou plástico por até nove dias.

Como comparativo, os vírus causadores da gripe têm a capacidade de ficar em superfícies por 48 horas.

Ainda com relação aos coronavírus, locais de temperaturas muito altas, acima de 30 graus Celsius, acabam por desativá-los e produtos de limpeza comuns são bastante efetivos no combate.

Produtos de limpeza

Itens de limpeza da casa, como desinfetantes com 62% a 71% de etanol, 0,5% de peróxido de hidrogênio ou 0,1% de hipoclorito de sódio (alvejantes) são capazes de inativar os coronavírus e uma ação semelhante é esperada contra o novo coronavírus.

Dados divulgados pelo Centro de Controle de Doenças norte-americano (CDC) orientam a limpeza e desinfecção de superfícies que entrem em contato com muitas pessoas, como mesas, cadeiras, maçanetas, tomadas e interruptores, controles remotos, pias e vasos sanitários.

Durante a limpeza, também se fazem necessários alguns cuidados, conforme as recomendações do CDC:

  • Use luvas descartáveis quando limpar e desinfetar superfícies. Se for usar luvas reutilizáveis, elas deverão ser usadas apenas para a desinfecção de superfícies contra o Covid-19 e não devem ter outras funções.
  • Caso o local esteja sujo, deverá ser limpo usando detergente ou sabão e água antes da desinfecção.
  • Para a desinfecção, são indicadas soluções de alvejantes diluídas, bem como soluções de álcool com pelo menos 70%.
  • Se quiser preparar a solução desinfetante, misture cinco colheres de sopa de alvejante por 3,7 litros de água ou quatro colheres de chá do produto por um litro de água.
  • Para tapetes e pisos de carpete, ou outras superfícies macias, limpe-os com os produtos mais indicados a cada superfície.
  • Na hora de lavar as roupas da pessoa contaminada, use luvas para manejar as peças. Descarte as luvas após o contato com as roupas contaminadas e lave as mãos imediatamente após a retirada das luvas.
  • Caso não use as luvas ao mexer com a roupa, lave as mãos na sequência.
  • Se possível, não agite as roupas sujas contaminadas. Isso minimizará a possibilidade de dispersão do vírus pelo ar.
  • A roupa suja da pessoa contaminada pode ser lavada juntamente com a roupa de outros moradores da casa.
  • Os cestos de roupas sujas podem ser desinfetados. Se possível, considere colocar uma sacola plástica nos cestos para, depois, ser descartada.
Deixe sua opinião

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.