Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Divulgação
Divulgação
Religião

Rabino lança aplicativo que responde a dúvidas sobre o judaísmo

O aplicativo Legal Saber traz áudios, vídeos e textos com o ensinamento do judaísmo.

Quando se pensam nas grandes religiões do mundo, o judaísmo sempre é lembrado, apesar de ter poucos seguidores no Brasil – pouco mais de 107 mil, segundo o censo de 2010. Mas o que a religião judaica ensina, qual a sua história e a sua visão de mundo? Foi pensando em responder a essas dúvidas de maneira acessível que o rabino David Weitman lançou o aplicativo Legal Saber, que traz uma série de vídeos, áudios e textos que abordam diversos temas da fé judaica e sua aplicação ao dia-a-dia.

Além do aplicativo, disponível para iOS e Android, o conteúdo também está disponível em um site e na página do Facebook do projeto. Todo o conteúdo é atualizado constantemente e a busca de informações é facilitada pela divisão em categorias como Casamento & Família, Ciências & Natureza, Torá & Judaísmo, Educação, História Judaica, Espiritualidade e Misticismo, entre outras.

“A intenção do projeto Legal Saber é esclarecer ao público, de forma geral, o que o judaísmo pensa e recomenda a respeito de questões da modernidade. É poder preencher uma lacuna e sanar dúvidas das pessoas de qualquer religião, não apenas dos judeus. Facilitamos o acesso do usuário, que pode escolher a melhor maneira de acessar o conteúdo, seja por meio do site, aplicativo ou a página no Facebook”, explica o rabino.

Weitman atua como rabino-chefe na Sinagoga Beit Yaacov da Congregação e Beneficência Sefaradi Paulista, situada na região de Higienópolis, na capital paulista. Nascido na Bélgica, o rabino estudou em Israel, na França e nos Estados Unidos.

****

Recomendamos também:

Mãe, judia e patriota, a nova Mulher-Maravilha faz sucesso entre conservadores

Páscoa judaica é momento de celebrar a liberdade, em família

Israel: entre a identidade judaica e o pluralismo democrático do Ocidente

****

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também