Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Cuidados com o lar

Quanto uma mãe ganharia por seu trabalho doméstico, em dólares

Se cuidar dos próprios filhos fosse uma atividade remunerada, muitas mulheres poderiam ganhar uma fortuna

Fazer comida, executar as tarefas de casa, levar as crianças à escola, aconselhá-las, ensiná-las, brincar com elas, tratar uma ferida… O ofício de mãe é um acúmulo de profissões concentradas em uma só pessoa.

É um emprego que, ainda que exija sete dias por semana e 365 dias por ano, não paga salários, não concede férias e não gera aposentadoria. Nem todos aceitariam um trato assim, mas milhões de mulheres o exercem.

Surge então a pergunta: quanto uma mãe ganharia se fosse paga por todas as tarefas que realiza? A seguradora americana Insure responde todos os anos a essa pergunta.

Segundo a pesquisa de 2015, o trabalho de uma mãe seria pago com um salário anual de 65.284 dólares (quase 233 mil reais, o que equivale a mais de 19 mil reais por mês). É mais que o dobro do salário médio de um ano nos Estados Unidos. Semanalmente, se trataria do seguinte (os valores são em dólares):

Dirigir

$ 12,12 a hora (9 horas): $ 109,08

Cozinhar

$ 10,13 a hora (14 horas): $ 141,82

Cuidado de crianças

$ 11,10 a hora (40 horas): $ 444

Ajuda nas tarefas escolares

$ 19,30 a hora (10 horas): $ 193

Limpeza

$ 10 a hora (10 horas): $ 100

Atividades durante as férias

$ 18,68 a hora (40 horas): $ 747,20

Total: $ 1.735,10

Além dessas tarefas, o número também considera trabalhos de enfermaria, decoração, jardinagem e organização de eventos, entre outros.

Mas talvez a aplicação mais prática desse estudo seja poder estimar quanto uma mãe economiza, ao realizar ela mesma diversas tarefas. São 7.300 dólares de economia por ano por cozinhar, por exemplo.

Para além dos números, não há nenhuma dúvida de que o verdadeiro valor de uma mãe não se mede assim. “Sabemos que o valor de uma mãe é incalculável. Mas numa ocasião como o Dia das Mães, não faz mal nenhum lembrar que o seu trabalho tem também um valor de mercado”, diz o Banco Interamericano de Desenvolvimento, que publicou a pesquisa.

 

Com informações de La Família.

Colaborou: Felipe Koller

Leia também