Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Foto:  The Prime Minister's Office
Foto: The Prime Minister's Office
Virtudes e Valores

Primeira-ministra Theresa May diz que sua fé a ajuda com as decisões sobre o Brexit

"Sou um membro praticante da Igreja da Inglaterra e isso está sempre por trás do que eu faço”, contou a primeira-ministra do Reino Unido.

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, disse em entrevista ao The Times que a sua fé cristã a ajuda a tomar decisões difíceis a respeito do Brexit, a saída do Reino Unido da União Europeia.

Filha de um clérigo anglicano, May afirmou que as negociações sobre o Brexit são desafiadoras e com frequência a pergunta que lhe vem à mente é: “Estou fazendo a coisa certa?” “Se você sabe que está fazendo a coisa certa, tem a confiança e a energia necessária para ir em frente e deixar a mensagem correta”, disse ela.

“Acho que algo aí tem a ver com a fé. Sou um membro praticante da Igreja da Inglaterra e isso está sempre por trás do que eu faço”, contou May.

“Não se trata de decidir o que fazer e ser inflexível. Tenho que refletir, ter um instinto, olhar as evidências, trabalhar com os argumentos, porque você tem que pensar nas consequências não intencionais”, disse. “Mas, em última análise, se você fez tudo isso e acredita que é a coisa certa a fazer, então você deve ir e fazê-lo – mas às vezes é difícil.”

Mensagem de Natal

A primeira-ministra endereçou neste domingo uma mensagem de natal aos britânicos, em que lembrou dos cristãos perseguidos em várias partes do mundo. “Nós orgulhosamente celebramos o nascimento de Cristo e a sua mensagem de perdão, amor e esperança”, escreveu ela.

May tem 60 anos e se tornou primeira-ministra em julho. Ela é casada há 36 anos com Philip May. O casal nunca pôde ter filhos.

Com informações de The Times.

****

Recomendamos também:

Theresa May, a filha de pastor que se tornou primeira-ministra do Reino Unido

10 coisas brilhantes que a rainha Elizabeth II já disse sobre Deus

François Fillon, o católico conservador que pode se tornar presidente da França

****

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também