Primeira infância

Atividade física em crianças menores de 5 anos ajuda no desenvolvimento cerebral

  • PorNathan Hall* e Melanie Gregg**
  • The Conversation
  • 03/11/2020 10:00
As conexões cerebrais formadas antes dos 5 anos estabelecem as bases para o desenvolvimento do cérebro ao longo da vida
As conexões cerebrais formadas antes dos 5 anos estabelecem as bases para o desenvolvimento do cérebro ao longo da vida.| Foto: Bigstock

Na atual pandemia, muitos pais de crianças pequenas estão passando mais tempo no papel de cuidadores do que o normal. Manter as crianças fisicamente ativas e reduzir o tempo de tela enquanto os pais administram os horários de trabalho tem sido um sério desafio.

Siga o Sempre Família no Instagram!

Mas, mesmo antes de as famílias ficarem mais confinadas em casa devido a fechamentos e distanciamento social, as crianças não estavam praticando atividade física suficiente. É o que mostra, por exemplo, o boletim escolar 2020 ParticipACTION, que atribui à atividade física de crianças e jovens no Canadá um D +. O relatório diz que menos de uma em cada cinco crianças e jovens no Canadá atende às diretrizes para comportamentos sedentários, atividade física e sono. Nossa pesquisa investiga a alfabetização física de crianças pequenas, em seus “primeiros anos”, do nascimento aos 6 anos.

A Associação Internacional de Alfabetização Física define a alfabetização física como “a motivação, confiança, competência física, conhecimento e compreensão para valorizar e assumir a responsabilidade pelo envolvimento em atividades físicas por toda a vida”. Tanto quando as crianças estão em casa quanto quando estão sob cuidados, os pais são incentivados a considerar como os adultos estão apoiando o desenvolvimento físico das crianças.

Vias neurais

A importância do desenvolvimento da alfabetização física na primeira infância não deve ser negligenciada. As conexões cerebrais e as vias neurais formadas antes dos 5 anos de idade estabelecem as bases para o desenvolvimento do cérebro ao longo da vida.

Isso não se aplica apenas às áreas de desenvolvimento social, emocional e cognitivo, mas também ao físico. Há um forte apoio para a atividade física nos primeiros anos e os pesquisadores relataram que o tempo gasto nesse período crítico de desenvolvimento com foco no desenvolvimento físico por meio da atividade física e brincadeiras ativas traz muitos benefícios.

Fisicamente, isso inclui coordenação aprimorada e níveis mais elevados de condicionamento físico. Socialmente, isso significa melhor cooperação e compartilhamento com outras pessoas. Emocionalmente, isso significa uma melhor gestão das emoções e do comportamento geral.

Crianças pequenas que estão regularmente envolvidas em atividades físicas também demonstram benefícios cognitivos, incluindo maior atenção, resolução de problemas e persistência nas tarefas. A pesquisa mostrou que fornecer atividade física e brincadeiras ativas nos primeiros anos se relaciona positivamente com a habilidade motora, níveis de aptidão e atividade física na adolescência, e além. Todos eles têm relações positivas com a saúde e o bem-estar geral.

Tempo de tela sem precedentes

As crianças pequenas no Canadá e em todo o mundo estão crescendo com um acesso sem precedentes à tecnologia, o que gerou algumas preocupações entre os profissionais de saúde canadenses.

Desde tenra idade, as crianças são atraídas por telas brilhantes e coloridas e, às vezes, são tão propensas a jogar no telefone quanto a brincar com uma bola no chão, testar seu equilíbrio ou andar de triciclo. Consequentemente, em comparação com as gerações anteriores, mais crianças hoje estão entrando na escola sem habilidades físicas básicas. 

Agora é mais importante do que nunca que aqueles que cuidam de crianças pequenas considerem as oportunidades de desenvolvimento físico.

Adultos desempenham um papel crítico

A jornada de alfabetização física de cada pessoa seguirá seu próprio caminho, mas os adultos desempenham um papel crucial nessa jornada, proporcionando uma gama de oportunidades e modelando um estilo de vida ativo.

Ser ativo em família é a principal forma de as crianças desenvolverem hábitos positivos de atividade física, principalmente antes que o tempo com os colegas se torne um fator importante.

Nossa pesquisa anterior mediu os níveis de atividade física em crianças e descobriu que, em média, elas deram 3.604 passos a menos em um dia típico de fim de semana em comparação com os dias de escola . Como os pais desempenham um papel importante na atividade física dos filhos é importante encontrar maneiras de aumentar a atividade física da família.

Educação infantil

Algumas crianças também podem não encontrar atividade física adequada na creche. Um estudo com uma amostra de cerca de 400 praticantes de aprendizagem precoce e de cuidados infantis descobriu que eles consideravam suas principais responsabilidades a promoção do desenvolvimento social, emocional e cognitivo – especialmente numeramento e alfabetização. 

Isso pode sugerir que o desenvolvimento físico e a aprendizagem das crianças nem sempre têm a mesma prioridade para os profissionais, embora as questões regulatórias e os ambientes também possam influenciar o que acontece nos programas de aprendizagem e cuidados infantis.

Fornecer aos cuidadores da primeira infância conhecimentos de alfabetização física é uma forma de influenciar mais as oportunidades de desenvolvimento da alfabetização física para as crianças .

*Nathan Hall é professor associado, Faculdade de Educação e Faculdade de Cinesiologia e Saúde Aplicada da Universidade de Winnipeg.

**Melanie Gregg é professora de Psicologia do Esporte e Exercício na Universidade de Winnipeg.

©2020 The Conversation. Publicado com permissão. Original em inglês.

Deixe sua opinião

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.