Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Defesa da Vida

Os testes que todo bebê recém-nascido deve fazer

Conheça os exames feitos com o bebê ainda na maternidade e que podem prevenir doenças futuras

Antes mesmo de ir para casa, alguns exames oferecidos no hospital aos recém-nascidos podem evitar vários problemas no futuro e contribuem significativamente para a qualidade de vida do bebê, desde seu início. “Essa série de testes feitos na maternidade são chamados de triagem neonatal e podem diagnosticar uma série de desordens”, explica Victor Horácio de Souza Costa Junior, chefe do Departamento de Pediatria do curso de Medicina da Pontifícia Universidade do Paraná (PUCPR) e coordenador do Programa de Residência Médica em Pediatria, no Hospital Pequeno Príncipe, de Curitiba.

30 ideias de fotos divertidas para fazer no book do seu bebê

Se nos testes for identificado algum problema, o bebê pode ser encaminhado imediatamente a um especialista. “Caso haja alguma alteração, o bebê já passa por um acompanhamento, para não ter complicações futuras. A recomendação geral é que eles sejam feitos antes de deixarem a maternidade, mas quem toma a decisão final é a família”, explica Enio Torricillas, coordenador da UTI Neonatal do Hospital Santa Cruz, também em Curitiba.

Conheça quais são os principais testes, listados pelos especialistas, e que todo bebê deve fazer nos primeiros dias de vida:

 

Teste do pezinho

É o mais conhecido e consiste na coleta de algumas gotas de sangue, que são retiradas do calcanhar da bebê, 48 horas após o nascimento. Ele vai avaliar algumas desordens metabólicas como hipotireoidismo, fibrose cística e anemia falciforme.

 

Tipagem sanguínea

Também realizado 48 horas após o nascimento para avaliar o tipo sanguíneo do bebê.

 

Teste do olhinho

Ele verifica se há alguma alteração oftalmológica mais grave como a catarata congênita e tumores. Um feixe de luz é direcionado no olho do bebê e deve mostrar um reflexo vermelho na pupila, para indicar que tudo está certo com a saúde ocular.

 

Teste da orelhinha

Faz o rastreamento da surdez severa ou profunda. É feito com um aparelho similar a um fone que ao emitir um som específico, deve fazer o cérebro responder ao estímulo.

 

Teste da linguinha

Identifica se há um freio na língua e é feito por meio de observação. Caso a criança tenha a língua presa que comprometa a mamada, o pediatra mesmo já faz um procedimento rápido chamado frenotomia, que é um pequeno corte.

 

Teste do coraçãozinho

Importante para detecção de doenças cardíacas que podem ser genéticas. É realizado no bebê com 24 horas de vida, com um aparelho colocado na mão direita e no pé esquerdo do bebê. Ele mede a concentração de oxigênio no sangue.

 

Teste do quadril

Realizado ainda na sala de parto, pelo médico, pode diagnosticar uma luxação congênita do quadril.  São feitos movimentos técnicos chamados de Manobra de Ortolani.

 

*****

Recomendamos também:

 

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

Leia também