Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Facebook/ Deanne Miller Berry
Facebook/ Deanne Miller Berry
Virtudes e Valores

Jovem com síndrome de Down e doença terminal realiza sonho de ser comissária de bordo

Por viajar com frequência para um hospital infantil em outro estado, Shantell se tornou amiga de vários pilotos e comissários de bordo, e se apaixonou pela profissão

Shantell Pooser tem 17 anos e segundo sua mãe nasceu para desafiar probabilidades médicas. Ela tem síndrome de Down, uma rara condição cardíaca e diversos outros problemas de saúde. E apesar de uma vida cercada de cuidados, a jovem tem um desejo enorme de viver. Tanto que em 2016 após uma cirurgia, ela saiu cantando a música tema do filme Frozen e criou uma lista de desejos para o futuro. Entre eles está o sonho de trabalhar como comissária de bordo.

Acostumada desde criança a viajar de avião da cidade de Denmark, na Carolina do Sul, para o Hospital Infantil de Cincinnati, em Ohio, Shantell se tornou amiga de vários comissários de bordo e pilotos. Trabalhar com eles passou a ser seu sonho. Então, quando Deanna, a mãe de Shantell propôs que a filha fizesse uma lista de desejos, depois de vê-la esperançosa com a vida pós-cirurgia, a jovem não hesitou em incluir esse pedido.

Após descobrir síndrome de Down no parto, pais criam campanha para concretizar projetos de inclusão

Apesar de achar que esse era um sonho distante para a filha, Deanna não poupou esforços para atendê-lo. Por isso enviou uma carta a um amigo que trabalha na American Airlines, perguntando se Shantell poderia ter um dia especial com os tripulantes, mas acabou recebendo uma ligação com uma proposta melhor ainda: realizar a festa de 17 anos da jovem em um jato da Boeing.

No dia do aniversário de Shantell, toda a primeira classe do avião foi tomada por seus melhores amigos e celebridades locais apareceram para felicitar a garota. A American Airlines ainda enviou um uniforme oficial e um distintivo, para que ela possa usar sempre que voar pela companhia. Devido a sua condição cardíaca, ela não pode estar em voos longos. Mas para Cincinnati, onde ainda vai com regularidade, é possível. Desde seu aniversário, inclusive, a nova comissária já voou quatro vezes e com o uniforme completo tem ajudado na demonstração das instruções de segurança.

Luta pela vida ainda continua

A cirurgia feita por Shantell em 2016 não foi suficiente. Ela ainda corre risco e realizará um novo procedimento em breve. O sonho de Deanne é que a filha ainda consiga riscar todos os itens de sua lista, que inclui ir até sua formatura em um balão e conhecer Barack e Michelle Obama. Além disso, Deanne espera que sua filha esteja saudável o suficiente para ser oficialmente contratada pela companhia aérea quando completar 18 anos.

 

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também