Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Reprodução/Rede Massa
Reprodução/Rede Massa
Virtudes e Valores

Ex-carrinheiro doa automóvel a catador que teve veículo incendiado

O paranaense Gilberto foi surpreendido pela generosidade de um empresário que, na infância, também havia sido catador de latinhas

Um catador de latinhas de 61 anos foi surpreendido com a doação de um carro seminovo depois que seu veículo foi destruído por um incêndio na primeira semana de julho. O caso ocorreu em Ponta Grossa, no Paraná, e comoveu a população da cidade. Em poucas horas, eles informaram uma emissora de TV local a respeito do acidente e iniciaram uma campanha ao vivo para ajudar o idoso.

Da infância embaixo da ponte à faculdade de Direito. Conheça Johana Mercado

Durante a reportagem, a equipe mostrou que o paranaense Gilberto Padilha precisava do veículo Uno para realizar seu trabalho, mas havia perdido o automóvel após apresentar problemas mecânicos e pegar fogo em um posto de combustíveis. “Meu neto percebeu que estava saindo fumaça do carburador. Aí só consegui pegar meus documentos e saímos do carro imediatamente”, contou o paranaense ao Sempre Família.

Reprodução/Rede Massa
Reprodução/Rede Massa

O veículo foi completamente destruído pelas chamas e o idoso não conseguiria mais recolher os recicláveis que ajudavam em sua renda mensal. “Há dez anos eu pego caixinhas de leite, papelão, garrafas, latinhas e outros materiais para vender”, afirma o homem, que também possui uma pequena marcenaria em sua casa para fabricar algumas banquetas, casinhas de cachorro e mesas infantis. Segundo ele, o valor que conseguia era suficiente para manter a casa e adquirir os medicamentos que precisa. No entanto, isso não seria mais possível sem o carro. Por isso, precisava de ajuda.

Adolescente de 13 anos vende videogame e compra carro para a mãe

O que ele não esperava é que, enquanto a reportagem era transmitida na televisão, o dono de uma concessionária da cidade decidiria ajudá-lo e o surpreenderia com a doação de um veículo Ford Ka. Sem acreditar que receberia um carro em perfeito estado de uso, Gilberto foi levado até a loja para conhecer o doador e receber as chaves do possante.

Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal

Lá, ele também se emocionou ao conhecer o motivo daquele ato de generosidade: o empresário, que preferiu não se identificar, também já havia sido catador de latinhas na infância e, por isso, se identificou com a situação do idoso. “Ele contou que puxava gaiota, que é aquela carroça com duas rodas. Então, ficou bem comovido com meu caso”, disse Gilberto, que comemorou muito ao lado do neto de 14 anos.

Para ele, a ação do empreendedor foi muito especial e merece destaque por ser “um gesto muito difícil de ser visto hoje em dia”. Além disso, Gilberto garante que o carro chegou em boa hora e que já está ajudando no recolhimento de recicláveis pela cidade. “Estou trabalhando normalmente, mas acho que ainda não caiu a ficha. Estou muito feliz com esse presente!”, agradece.

***

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também