Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Facebook
Facebook
Casamento e Compromisso

Esse casal de idosos deixou tudo para trás e decidiu viajar pelo mundo

Com 63 e 73 anos, respectivamente, os norte-americanos Debbie e Michael já conheceram 83 países, em seis anos de viagem

Ouvir que casais jovens decidiram pausar suas carreiras e se tornarem nômades, viajando o mundo em busca de novas experiências tem sido algo comum nos últimos anos. Mas um casal de idosos de Seattle, nos Estados Unidos, também foi picado por essa mosquinha aventureira e o principal incentivador foi o filho mais velho. Há seis anos, Debbie e Michael Campbell, de 63 e 73 anos respectivamente, deixaram para trás tudo o que tinham e têm viajado juntos por diversos países.

Debbie foi publicitária durante toda a vida e Michael trabalhou com a organização de eventos esportivos. “Como estávamos nos aproximando da aposentadoria, tivemos o desejo de viver uma grande aventura como casal”, explicam eles no site que administram. “Em 2013 alugamos nossa casa, vendemos nosso veleiro e um de nossos carros, e o restante foi para uma unidade de armazenamento”. A partir disso, a casa dos outros seria a casa deles. Como mochileiros, eles saíram pelo mundo.

Antes, claro, o casal se certificou de que aquilo tudo daria certo. Michael tem um gosto especial por planilhas, o que facilita bastante a vida dos dois até hoje. “Na época calculamos diferentes orçamentos de como faríamos tudo isso, até percebermos que viajar pelo mundo com uma despesa diária de cerca de oitenta euros para nossas acomodações, todas as noites, era uma despesa semelhante àquela que teríamos se estivéssemos sentados na varanda de nossa casa”, disseram eles recentemente ao La Nacion. Mas apesar de ser bastante organizado, Michael conta que os destinos são escolhidos com um mês de antecedência somente, porque é necessário também deixar um espaço para a espontaneidade.

Desde que saiu de casa, o casal já esteve em 275 cidades de 83 países, incluindo toda a Europa, Turquia, Israel, Rússia, México, África, Cuba, Oriente Médio, Ásia Central, Nova Zelândia, Austrália e alguns países da América Latina, inclusive o Brasil. Para contar seus feitos ao redor do mundo eles criaram um blog, onde também dão dicas simples para o bem-estar de outros viajantes, principalmente daqueles que estão na terceira idade. O fato de estarem sempre em casas alugadas ou mesmo sendo hóspedes de moradores locais, é um prato cheio para histórias curiosas. O casal ainda publica fotos no Instagram e atualiza o Facebook com regularidade.

O fim dessa grande viagem ainda não tem data certa. Quando pensam em parar, logo se encantam por um novo lugar e decidem conhecê-lo. Debbie e Michael costumam dizer que eles não são exatamente turistas, porque onde quer que estejam cozinham para si, lavam as próprias roupas, fazem trabalhos voluntários quando podem e se exercitam ao priorizar as caminhadas pelas cidades em que estejam.

Com a coragem de enfrentar situações inusitadas pelo mundo, Debbie e Michael desejam estimular outros casais a fazer o mesmo, quando o momento de se aposentar chegar. “Queremos que as pessoas derrubem o modelo tradicional de aposentadoria ou que pelo menos viagem mais nos seus últimos anos”, dizem eles.


Visualizar esta foto no Instagram.

Celebrating all my courageous traveling woman on International Women’s Day. Well done. #internationalwomensday #tiptopian #nevertooold #bebrave #airbnblife

Uma publicação compartilhada por Senior Nomads (@seniornomads) em


Visualizar esta foto no Instagram.

I donut know what I would do without this man. Happy Valentine’s Day dear Nomad #tiptopian #bemine #truelovequotes

Uma publicação compartilhada por Senior Nomads (@seniornomads) em

Visualizar esta foto no Instagram.

Happy tourists at the Forbidden City in Beijing. Second stop of an all day tour. #beijing #forbiddencity #airbnbbeijing #theseniornomads

Uma publicação compartilhada por Senior Nomads (@seniornomads) em


Visualizar esta foto no Instagram.

127 cities, 46 countries, and 3 years of travel later and we’re still going strong! ❤️ #SeniorNomads #TBT

Uma publicação compartilhada por Senior Nomads (@seniornomads) em

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-no no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
1 Comentário
  1. Alguns como eu, fazem o contrário. Viajei pelo mundo com minha esposa, enquanto ainda jovem, em intervalos, também vendia minhas pinturas, e assim foi por mais de 30 anos, sem desejar acumular dinheiro, mas experiências. Depois de aposentado, decidi pintar mais, cuidar de minha área de conforto, minha casa. Ajudo em tudo, mas aqui quem cozinha sou eu, meu neto me chama de cheff, esperto, para fazer seus gostos.

Leia também