Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Fotos: Bigstock.
Fotos: Bigstock.
Saúde

Entenda por que os primeiros 1000 dias são os mais importantes da vida

Do início da gestação até os dois anos de idade o bebê recebe os nutrientes que definirão como será sua saúde

Uma das mais relevantes pesquisas sobre o impacto do baixo peso ao nascer, desenvolvida pelo médico inglês Dr. David Barker, constatou que bebês com menos de 2,5 kg tinham maior risco de desenvolver doenças do coração, colesterol, diabetes, obesidade, hipertensão arterial, problemas no funcionamento dos rins, osteoporose, entre outros problemas.

Os resultados levaram Barker e outros pesquisadores a afirmar que os primeiros 1.000 dias de vida podem afetar a saúde durante toda vida. Esse é o dado científico que embasa a campanha “Toda gestação dura 1000 dias”, que a Pastoral da Criança lidera desde 2014.

“Tudo isso inicia na gestação. A dieta da criança nos primeiros dois anos é muito importante, o aleitamento materno, por exemplo, é capaz de prevenir uma série de doenças”, diz o doutor Nelson Arns Newman, coordenador internacional da Pastoral da Criança, em entrevista publicada no site da pastoral.

Baixo tempo

Nos últimos 20 anos, embora a mortalidade infantil tenha diminuído consideravelmente, cresceu a quantidade de bebês que nascem com baixo peso ou antes do tempo (prematuros). A comunidade médica tem sido unânime em alertar às famílias que esses bebês correm grandes riscos de enfrentar problemas de saúde no futuro em decorrência dessas condições.

Com os exames médicos realizados no pré-natal, é possível identificar e reduzir muitos problemas de saúde que costumam atingir a mãe e o bebê. Um desses problemas é a desnutrição intrauterina. “Muitas vezes a criança não recebe todos os nutrientes que precisa dentro da barriga da mãe”, lembra Newman. No passado, situações como a fome resultavam no problema, mas hoje a alimentação descuidada das gestantes e o uso de substâncias nocivas ao feto, como álcool, cigarro e drogas, seriam as principais causas.

“Tudo isso inicia na gestação. A dieta da criança nos primeiros dois anos é muito importante, o aleitamento materno, por exemplo, é capaz de prevenir uma série de doenças.”

Para lutar contra esses males, a Pastoral da Criança adotou o conceito dos 1.000 dias em seus mutirões comunitários e, em maio deste ano, uniu-se à Rede Globo para o lançamento da campanha em vídeo. Além disso, a entidade também lançou um aplicativo com conteúdos exclusivos, com orientações sobre saúde, segurança e cidadania, possibilitando que mães e pais recebam informações úteis para o desenvolvimento dos seus filhos. O aplicativo pode ser baixado no site da pastoral.

Assista ao vídeo da campanha:

Com informações da Pastoral da Criança.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também