Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Facebook
Facebook
Virtudes e Valores

“Ele me inspira a ser uma pessoa melhor”, diz filho sobre pai com síndrome de Down

Para jovem sírio e estudante de odontologia, a condição do pai foi essencial para que ele tenha se tornado o homem que é hoje

Sader Issa é um estudante de odontologia sírio que credita seu sucesso e felicidade, ao apoio e cuidado que sempre teve de seus pais. Até aí, parece ser somente mais uma declaração de amor de um filho. Mas o que torna essa história valiosa, é o fato de que o pai de Sader, Jad Issa, tem síndrome de Down – e em geral homens com essa condição são estéreis – o que nunca foi impedimento para que ele cuidasse muito bem do seu menino.

O estudante conta em um vídeo no Facebook, que o fato de o pai ter síndrome de Down, na realidade, é o grande responsável por ele ter se tornado o homem que é hoje. “Uma criança que cresce no colo de uma pessoa com síndrome de Down terá todo o amor e ternura que alguém possa oferecer”, conta. Para ele, esse amor que as pessoas com síndrome de Down oferecem aos que estão ao seu redor, é importante para criar indivíduos com maior equilíbrio emocional e social.

Um cromossomo a mais de amor: post fofo de mãe de bebê com síndrome de Down viraliza

Apesar das limitações que enfrentou durante sua vida, Jad fez sempre o possível para trabalhar e cuidar de sua família. Os pais de Sader são casados há pouco mais de 20 anos e a mãe não tem a síndrome. O jovem explica que o relacionamento deles é igual a outro qualquer, com suas divergências, mas que acima de tudo é baseado no amor, na simplicidade e na humildade.

O cuidado da esposa e o amor do filho, fazem com que Jade se sinta o homem mais cheio de sorte em toda a Síria. Sader diz que o pai sempre se orgulha em contar sobre sua família e apresenta-lo as pessoas novas que conhece. “É como se ele estivesse dizendo: ‘Tenho síndrome de Down, mas criei meu filho e fiz tudo para ajudá-lo a se tornar alguém que trata as pessoas. Estou orgulhoso dele’”.

Ver todo o esforço do pai em se relacionar bem com as pessoas e em ser um ótimo funcionário no trabalho faz com que Sader deseje sem alguém melhor para a sociedade diariamente. “Para ele manter relações sociais é simples, porque ele ama a todos que o cercam. E isso faz com que nossa comunidade o trate com respeito”, diz.

Lutando por aqueles que ainda não nasceram

Por tudo o que viveu e tem vivido ao lado de seu pai, Sader tem usado sua história para pedir por aqueles que ainda estão no útero. “Para muitas pessoas, a ideia de uma mulher grávida de um bebê com síndrome de Down pode ser o pior cenário”, explica. “Você pode esperar que várias pessoas recorram ao aborto. Se minha avó estivesse convencida dessa ideia, eu não estaria aqui”.

Assista ao vídeo:

Com informações de Aleteia e Live Action

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também