Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
bebe pedra nos rins
Defesa da Vida

Ela pensou que era pedra nos rins, mas estava grávida e saiu do hospital com o bebê nos braços

O casal contou com um intervalo de apenas meia hora entre a notícia da gravidez e o parto

Em outubro de 2016, a americana Stephanie Jaegers foi ao hospital pensando que tinha pedras nos rins. Acabou saindo de lá com um bebê no colo: ela estava na 38ª semana de gravidez e não sabia. As fortes dores que ela estava sentindo indicavam que Stephanie tinha entrado em trabalho de parto. Mas como isso pode acontecer?

A explicação se baseia num conjunto de fatores incomuns. Para começar, Stephanie tinha sido diagnosticada, no início do ano, com pré-menopausa; por isso ela não teve atraso menstrual. De fato, a continuidade da menstruação da mãe durante a gravidez é rara, mas não impossível.

De fato, enquanto estava sendo examinada no hospital, o médico lhe perguntou há quanto tempo estava grávida. Stephanie respondeu que não só não estava grávida como estava menstruando. O médico requisitou então, para sua surpresa, um ultrassom.

Stephanie ficou preocupada por não ter tido nenhum cuidado pré-natal. Ela chegou até a andar de montanha-russa e a tirar um raio-X quando quebrou um tornozelo poucos meses antes. Mas Shaun, o bebê, nasceu saudável, com pouco mais de três quilos.

Além disso, ela também não sofreu enjoos nem teve ganho de peso durante a gestação. A posição do bebê – que na hora do parto foi retirado pelos pés – tinha ficado limitada durante toda a gravidez, o que fazia com que Stephanie não o sentisse se mexer.

“A maioria dos pais tem 9 meses para planejar essa bênção. Nós tivemos 30 minutos“, resumiu Michael Jaegers, o marido de Stephanie, que na sua linha do tempo no Facebook nomeou o evento do nascimento do filho como “milagre”. “Eu acredito que tudo tem uma razão de ser. Nós agradecemos que ele esteja aqui! Ele é uma doçura!”, disse Stephanie.  O casal, que mora em Locust Grove, no estado de Georgia, já tinha três filhos, de 16, 11 e 2 anos.

Assista à reportagem do canal de televisão norte-americano FOX sobre o caso:

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-no no Twitter.

Leia também