Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Filmes meninos e meninas
Entretenimento

Dicas de filmes para meninos e meninas, segundo uma mãe

Se você tem filhos, certamente acompanha com eles as preferências por filmes e desenhos. Mas, entre eles e elas, há uma enorme diferença na hora de optar pelos “queridinhos”, aqueles a que eles assistem mil vezes e nunca se cansam

Por Renata Sguissardi Rosa, jornalista, colaboradora do Sempre Família, e mãe de Clara Rosa, 9 anos, e Bruno, 5.

Se você tem filhos, certamente acompanha com eles as preferências por filmes e desenhos. Mas, entre meninos e meninas, há uma enorme diferença na hora de optar pelos “queridinhos”, aqueles a que eles assistem mil vezes e nunca se cansam.

Na minha casa tenho experiências bem distintas, já que tenho uma menina e um menino. É engraçado ver que, mesmo sem nenhum estímulo da minha parte, eles se apegam a filmes e histórias completamente diferentes.

Minha filha, por exemplo, sempre amou filmes românticos e que tratam de relacionamentos. Meu filho vai para o lado da ação, do trabalho em grupo, da superação. Pensando numa lista dos preferidos da dupla, separei os mais legais e que eu não me canso de ver com eles. Confira:

Meninas

Para Sempre Cinderela

Para sempre Cinderela

Nessa história a rainha da França solicita a presença dos Irmãos Grimm no palácio para narrar o que realmente aconteceu na França do século XVI, quando Danielle de Barbarac (Drew Barrymore), sua tataravó, aos oitos anos vê seu pai (Jeroen Krabbé), um aristocrata viúvo, se casa novamente com uma baronesa (Anjelica Huston). Mas a sonhada felicidade dura até a morte de seu pai, e a madrasta passa a tratá-la como uma criada. Uma das filhas da baronesa é bondosa e não concorda com várias atitudes da mãe, mas por outro lado a outra filha é bastante egoísta e só pensa em se casar com o príncipe herdeiro (Dougray Scott). Minha filha ama ver a transformação de Danielle e como ela fica no dia do baile em que conhece o príncipe.

Legalmente Loira

Legalmente loira

Elle Woods (Reese Whiterspoon) é uma garota que tem de tudo que possa querer. E ainda namora o garoto mais bonito do colégio, Warner Huntington III (Matthew Davis), com quem inclusive planeja se casar. Mas, ao levar um fora do namorado por ser fútil demais, Elle resolve virar a mesa e se esforça para conseguir ser aceita da Faculdade de Direito de Harvard, na tentativa de provar para o ex que é também inteligente. O filme é bem engraçado, com lições como a bondade de Elle, sua perseverança em alcançar o que quer e a lealdade às amigas. Minha filha ama ver como Elle conquista reconhecimento pelo seu esforço.

De repente 30

De reprente 30

Que menina nunca sonhou se tornar adulta bem rápido para poder fazer o que quiser? Jenna Rink se sente inapropriada e sem graça. No seu aniversário de 13 anos, ao ser humilhada pelas amigas de escola, ela deseja ter 30 anos e magicamente isso acontece. Jenna acorda com um corpo de 30 anos e a mesma cabeça de adolescente. Além de engraçado, o filme mostra que nossas escolhas podem influenciar o futuro. Minha filha ama porque ela sonha em ser mais velha e fazer tudo o que Jenna faz no filme.

Imagine Só

Imagine só

Esse é um dos mais infantis da lista, mas trata de uma relação muito especial: do pai com a filha. Evan Danielson (Eddie Murphy) é um executivo que está sofrendo com o declínio da sua carreira. Cada vez mais desesperado, ele resolve ouvir os conselhos da sua filha pequena. A menina chama o pai para o seu mundo imaginário. Com essa experiência, Evan descobre o caminho para resolver os seus problemas profissionais e percebe que nada é mais importante do que se dedicar à família. Minha filha ama porque o filme tem uma lição muito bacana.

Encantada

Encantada

Nesta semana assistimos ao filme pela quinta vez (eu acho). Nele, Giselle (Amy Adams) é uma princesa que foi recentemente banida por uma rainha malvada de seu mundo mágico e musical. Agora ela está na Manhattan dos dias atuais, um local completamente diferente de onde vivia. Logo Giselle recebe a ajuda de Robert (Patrick Dempsey), um advogado divorciado por quem se apaixona. Só que Giselle já está prometida em casamento para o príncipe Edward (James Marsden), que decide também deixar o mundo mágico para reencontrar sua amada. O filme mostra a bondade de Giselle como algo especial. Minha filha ama porque tem bastante música e, claro, figurinos super legais, típicos de princesas.

 

Meninos

Universidade Monstros

Universidade Monstros

Mike Wazowski e James P. Sullivan são inseparáveis em Monstros S.A., mas nem sempre foi assim. Quando se conheceram na universidade, os dois jovens monstros se detestavam, com Mike sendo um sujeito estudioso, mas não muito assustador, e Sully surgindo como o cara popular e arrogante, graças ao talento inerente para o susto. Após um incidente durante um teste, os dois são obrigados a participar da mesma equipe na Olimpíada dos Sustos. A equipe, por sinal, é formada por uma série de monstros desajustados, para o desespero de Sully, acostumado a conviver com os caras mais populares da escola. Esse filme eu mesma já vi várias vezes. Ele ressalta o trabalho em equipe, a cooperação, a amizade, a importância de falar a verdade, entre outros. Meu filho ama porque tem as competições e porque acha a maior graça na dupla Mike e Sully.

Pequenos Espiões

Pequenos espiões

Quando o famoso casal de espiões Gregorio (Antonio Banderas) e Ingrid Cortez (Carla Gugino) são sequestrados pelo maligno Fegan Floop (Alan Cumming), os dois filhos do casal Cortez, Carmen (Alexa Vega) e Juni (Daryl Sabara), são os únicos que têm conhecimento suficiente para resgatá-los. Desse modo, eles partem em sua primeira missão como espiões, justamente para resgatar os próprios pais. Aqui em casa ele já assistiu a todos os filmes da franquia e ama as aventuras da família Cortez.

Vingadores

Vingadores

No intuito de conter Loki (Tom Hiddleston) e seus escudeiros, Nick Fury (Samuel L. Jackson) convoca um grupo de pessoas com grandes habilidades, mas que jamais haviam trabalhado juntas: Tony Stark/Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Steve Rogers/Capitão América (Chris Evans), Thor (Chris Hemsworth), Bruce Banner/Hulk (Mark Ruffalo) e Natasha Romanoff/Viúva Negra (Scarlett Johansson). Só que, apesar do grande perigo que a Terra corre, não é tão simples assim conter o ego e os interesses de cada um deles para que possam agir em grupo. Ele ama porque é o máximo ver tantos heróis que ele curte reunidos.

Capitão América

Capitão América

2ª Guerra Mundial. Steve Rogers (Chris Evans) é um jovem que aceitou ser voluntário em uma série de experiências que visam criar o supersoldado americano. Os militares conseguem transformá-lo em uma arma humana, mas logo percebem que o supersoldado é valioso demais para pôr em risco na luta contra os nazistas. Dessa forma, Rogers é usado como uma celebridade do Exército, marcando presença em paradas realizadas pela Europa no intuito de levantar a estima dos combatentes. Para tanto passa a usar uma vestimenta com as cores da bandeira dos Estados Unidos, azul, branca e vermelha. Só que um plano nazista faz com que Rogers entre em ação e assuma a alcunha de Capitão América, usando seus dons para combatê-los em plenas trincheiras da guerra. Apesar de ter só cinco anos, ele ama o filme que é cheio de ação e mostra como o Capitão América surgiu.

Toy Story

Toy Story

O aniversário de Andy está chegando e os brinquedos estão nervosos. Afinal de contas, eles temem que um novo brinquedo possa substituí-los. Liderados por Woody, um caubói que é também o brinquedo predileto de Andy, eles montam uma escuta para descobrir quais são os presentes novos. Entre eles está Buzz Lightyear, o boneco de um patrulheiro espacial, que logo passa a receber mais atenção do garoto, o que gera ciúmes em Woody, que tenta se livrar do novo rival. Aqui em casa assistimos a toda a série várias vezes, e meu filho ama porque ele entende bem a mensagem e curte ver os brinquedos interagindo entre eles.

3 Comentários
  1. Que materia ridicula! nada a ver, minha filha adora pequenos espiões, toy story, monstros S.A! Gente, essa questão de gosto, vem de pessoa pra pessoa. Essa historia de que, menino gosta de carrinho e menina de boneca, foi a sociedade que nos colocou. Até quando tenho que ver materias assim?

Leia também