Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Educação dos filhos

Deixar o bebê chorar até dormir? Parece cruel, mas a ciência diz que não faz mal

Estudo provou que deixar o bebê chorando faz ele dormir 15 minutos mais rápido do que o normal.

Muitos pais de primeira viagem que fazem tudo para ter uma noite completa de um glorioso sono sem interrupções ainda temem diante da ideia de deixar o bebê chorar até que adormeça. Mas um novo estudo indica que o método é eficaz e não causa estresse ou problemas emocionais duradouros para os bebês.

Pesquisadores australianos acompanharam 43 casais com bebês entre 6 e 16 meses de idade que tinham uma queixa em comum: os seus filhos tinham problemas para dormir. Os pesquisadores instruíram um terço dos casais sobre a extinção gradual, o termo técnico para deixar o bebê chorar até dormir. Pediu-se aos pais que saíssem do quarto logo depois de deixar o bebê pronto para dormir e demorar para voltar se o bebê começasse a chorar.

Outro terço dos casais foi solicitado a tentar um novo tipo de treinamento do sono chamado desvanecimento depois de se deitar. Os pais colocariam o bebê no berço quase na hora em que o bebê costuma dormir e ficariam no quarto até que ele pegasse no sono.

O restante dos pais não aplicou nenhuma técnica específica. Três meses depois do início do estudo, os pesquisadores descobriram que os bebês do primeiro grupo pegaram no sono quase 15 minutos mais rápido que os do 3º grupo. Já os bebês do 2º grupo foram 12 minutos mais rápido que os do 3º.

O autor do estudo, Michael Gradisar, professor da Universidade Finders, de Adelaide, comenta: “O que os nossos dados provavelmente não captam é a paz na mente durante as horas de sono que vemos quando trabalhamos com famílias”.

Os pesquisadores perceberam que o grupo que deixou que os bebês chorassem conseguiu melhoras também em outros aspectos durante o estudo, incluindo o número de vezes que os bebês acordaram durante a noite e o seu tempo total de sono.

Marsha Weinraub, da Universidade de Temple, concorda que o sono ganho pode ajudar tanto os bebês quanto os pais. “Quando você está esperando o seu bebê dormir, cada minuto conta”, diz ela, que não esteve envolvida no estudo publicado no último dia 24/05 na revista Pediatrics.

Ainda que a técnica do 2º grupo também pareça eficaz, é menos do que a de extinção gradual. Weinraub sugere que os pais devem tentar deixar o bebê chorar até dormir, se se sentirem confortáveis com isso.

 

Com informações de CNN Español.

Colaborou: Felipe Koller

4 Comentários
  1. Sou mãe de primeira viagem, tenho uma filha de 6 meses Ela não é chorana mas quer ficar muito tempo no como e eu não Gosto de vê-la chorar.. mas hoje pela manhã tinha muita coisa e fazer então deixei chorando ela ficou muito vermelha , Mas assim que eu peguei ela parou e dormiu , mas não achei o melhor a se fazer ….

  2. Crueldade, outro dia vi uma reportagem de um orfanato onde o berçário não havia choro, usavam a mesma técnica, abandono afetivo, agora falta os cientistas acompanharem estes bebês até a fase adulta, quando os pais espernearem e exigirem atenção e companhia estes bebês usarem o mesmo procedimento.

  3. Tomara que os pais de primeira viagem não achem essa pesquisa p ler!!! Acho que uma mãe que ama seu filho não deixa ele ficar chorando por tempo até que durma sozinho… Isso para mim é crueldade! São só os primeiros meses que ele vai precisar que vc faça dormir … Tem a vida inteira para seu filho dormir sozinho !!! Meu filho dorme à noite inteira , e sozinho no quarto dele ..

  4. Fico entristecida de ler uma matéria com este conteúdo! Não questiono os dados da pesquisa e até acredito que o bebê, com o tempo, vai dormir antes e vai acordar menos. É claro, se você reclama e não é atendido você aprende a não pedir mais. Um bebê de poucos meses tem mais tempo de vida uterina do que de vida extra-uterina, é lógico que ele vai clamar por aconchego e acolhimento! Um bebê não chora para atrapalhar o sono dos pais, chora pra se comunicar, pra avisar que tem medo, que quer contato físico. Sou mãe de dois e digo que enquanto meus filhos clamarem por mim eu estarei lá, ao lado! Essa fase inicial da vida é mesmo cansativa para os pais, mas é uma fase que passa e passa rápido! Portanto: paciência, empatia e muito amor!!

Leia também