Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Educação dos filhos

Como explicar ao seu filho que você tem uma doença grave

Descobrir uma doença grave na família é uma situação difícil para todos e, particularmente, para as crianças a notícia deve ser dada com alguns cuidados especiais

As crianças sabem que os pais sempre estarão com elas, nos bons e nos maus momentos. Portanto, a doença de um deles pode ser um dos momentos mais difíceis de sua vida. Como explicar que sua mãe ou o pai está doente de uma forma que a criança possa aceitar essa situação da melhor maneira possível?

Obviamente, a doença de um dos pais é uma pílula amarga para o próprio casal, em primeiro lugar. E é necessário que eles a aceitem primeiro, antes de tentar explicá-la aos pequenos de uma maneira apropriada.  Embora existam muitas maneiras de comunicar essa situação às crianças, é importante encontrar a mais adequada. Isso não quer dizer que o melhor é esperar a “hora certa”, porque talvez ela simplesmente não exista. Por isso, separamos algumas dicas para ajudar nesse momento:

 

  1. É bom sanar com o médico todas as dúvidas possíveis sobre a doença e suas consequências. Também é importante fazer com que os filhos percebam que seus pais não sabem tudo sobre a doença e que também terão de aprender sobre e com ela.

 

  1. O médico também pode ajudar a pensar e ensaiar a explicação que o casal gostaria de oferecer aos  filhos (até mesmo escrevê-la em um pedaço de papel vale), bem como as possíveis perguntas que possam surgir depois, levando em conta a personalidade e o caráter de cada criança.

 

  1. Quando um dos pais está doente, eles geralmente experimentam uma série de mudanças físicas e até mesmo psicológicas que as crianças quase certamente perceberão. Elas ficarão mais tranquilas se souberem as razões dessas mudanças. A quantidade de informações sobre a doença e a transparência sobre o nível de gravidade dela devem ser adaptados à idade e maturidade da criança. Enquanto a maioria das crianças se adapta rapidamente a essas mudanças, para algumas isso é mais difícil e você precisa ter paciência e uma ternura especial com elas.

 

  1. Recomenda-se que sejam os pais que contem às crianças o que está acontecendo, dedicando-lhe todo o tempo necessário, sem interrupções. Gestos de afeto e ternura tornarão muito mais fácil a aceitação da notícia.

 

  1. Quando a doença se prolonga por muito tempo, será necessário ter várias conversas com os filhos. É muito importante que as crianças percebam constantemente que os pais as escutam, ajudam a resolver suas dúvidas e as apoiam ​​para superar as dificuldades que inevitavelmente surgirão.

 

  1. Se a mãe ou o pai precisar de alguns dias ou uma temporada no hospital, é conveniente explicar aos filhos antecipadamente e de forma positiva para que entendam que isso faz parte do tratamento da doença e que o objetivo é que seu pai ou sua mãe melhore e, se possível, se cure.

 

  1. Durante o tempo da internação hospitalar, é bom envolver as crianças nos cuidados da mãe ou pai. Para isso, você pode sugerir que eles preparem presentes simples e pessoais para levar ao hospital, como um desenho, uma história, uma carta, etc.

 

Como explicar a doença dos pais para cada criança – de acordo com sua idade

 

As explicações dadas às crianças sobre a doença devem, necessariamente, ser adaptadas à sua idade, utilizando linguagem adequada à sua maturidade e tendo em vista que quanto menor elas são, menos compreensão elas têm. Tenha em mente também que algumas doenças são mais difíceis de explicar do que outras.

 

– Crianças de 2 a 3 anos simplesmente precisam saber que a mamãe ou o papai não está bem, que está doente. Você pode ajudar a contar isso através de uma história. Como nesta idade as crianças ainda não são capazes de expressar seus sentimentos, é importante tentar conhecê-los observando seu comportamento.

 

– Crianças de 3 a 5 anos geralmente têm medo de se separar de seus pais. Se a mãe precisar ser internada em um hospital e as crianças terão de ser cuidadas por outra pessoa, é importante que isso seja bem explicado para elas. Embora nesta idade as crianças já entendam o que é estar doente, ainda não conseguem perceber a diferença entre uma doença leve e outra grave.

 

– Crianças de 6 a 11 anos podem entender uma explicação simples sobre o que é a doença e como ela afeta o corpo. Uma chave pode ser descobrir o que eles já sabem e, a partir daí, construir a explicação. É importante que, assim como os mais jovens, os encorajemos a expressar seus sentimentos, medos e preocupações.

 

– Durante a adolescência (entre os 12 e os 17 anos), as crianças são capazes de compreender a complexidade da doença sofrida pelos pais e os tratamentos necessários, por isso é essencial que lhes forneçamos informação suficiente, evitando, no entanto, detalhes que não são necessários e que podem causar preocupação excessiva. Nessa idade, é particularmente difícil para eles expressarem e mostrarem seus sentimentos, e é por isso que os pais têm que fazer esforços especiais para encorajá-los a desabafar.

 

Com informações de Hacer Família

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também