Romance

10 passos para manter vivo o romance depois dos filhos

Quando se tem filhos pequenos, o tempo para o casal torna-se coisa rara, mas com vontade, ordem e esforço é possível manter vivo o romance.

  • PorEquipe Sempre Família
  • 04/01/2020 13:50
Quando se tem filhos pequenos, o tempo para o casal torna-se coisa rara, mas com vontade, ordem e esforço é possível manter vivo o romance.
Como manter o romance vivo depois dos filhos?| Foto: Jonathan Borba/Unsplash

“Quando alguém lhe diz que as crianças não serão um empecilho para o romance em seu casamento, ou é ingênuo ou é alguém que está desesperado para ter netos”. A frase para lá de direta é da norte-americana Betsy Kerekes, uma das autoras do livro 101 Dicas para um casamento mais feliz.

A verdade é que a grande maioria dos casais precisam de muito esforço para manter viva a chama do amor cada vez que um “ô manhê” ou um “papai, vem aqui” interrompe um beijo ou abraço.

Quando se tem filhos pequenos, o tempo para o casal torna-se coisa rara. No entanto, é uma questão de vontade, ordem e esforço. Confira as dicas da jovem mãe e esposa Betsy Kerekes - publicadas pelo site colombiano La Familia - para alcançar um casamento mais feliz e romântico, especialmente para aqueles que têm filhos:

  1. Lembre-se de que o amor é uma decisão, não um sentimento
    É impossível manter as borboletas no estômago de seu marido ou esposa constantemente, especialmente quando as crianças estão pedindo-lhe todo o seu tempo e energia. Basta lembrar que seu relacionamento com seu cônjuge vem primeiro. Se você quer o melhor para seus filhos (quem não quer?), o sucesso do seu casamento é primordial. Uma simples busca no Google te fará ter uma ideia da quantidade de estudos que existem sobre os efeitos negativos para as crianças de uma ruptura do casamento. Então, se você quer que seus filhos sejam felizes, mantenha o seu cônjuge feliz. Assim, todos serão felizes juntos.
  2. Não deixe seu filho tomar o bastão
    Se a sua devoção a seus filhos chegou a um ponto em que eles simplesmente dominam a casa, isso pode causar um acúmulo de estresse em todos. Talvez o seu cônjuge não concorde com seus métodos de disciplina ou talvez você mesmo perceba que está sendo governado por uma criança de dois anos. Quando se trata de disciplina e autoridade, é importante que ambos os pais caminhem na mesma direção.
  3. Mantenha uma boa comunicação
    Seja para discutir os estilos de educação ou quanto tempo se passou desde a última vez que foram capazes de compartilhar um momento íntimo, a comunicação deve ser aberta e honesta. “A comunicação é a chave”, ela pode ser um clichê, mas são palavras para serem vividas. Se você tem algo a dizer ao seu cônjuge, faça isso. Não esconda nada, pois isso pode crescer e causar uma explosão.
  4. Quando chegar a hora de falar, faça isso bem
    Não faça uma lista de falhas e de repente jogue para o outro. Ninguém gosta de ser atacado. Esse é mais um motivo para falar quando algo está errado. Se isso for feito de uma maneira adequada, o golpe é minimizado. Por exemplo: “Deveríamos nos esforçar mais para deixar a cozinha mais organizada”. Mesmo sabendo que a outra pessoa é um desastre na cozinha, banheiro ou em qualquer lugar, é muito melhor do que dizer: “Você tem que arrumar essa bagunça! Estou cansado de ir atrás de você! Você é um desastre!”. Dessa forma nada vai acabar bem.
  5. Coloque o seu cônjuge em primeiro lugar
    Apesar de termos aprendido na infância que devemos sempre compartilhar, nós permanecemos egoístas. Queremos o que queremos, quando queremos. A tecnologia e a sociedade como um todo não ajudam a quebrar esse hábito, mas uma família feliz é capaz de excluir totalmente o egoísmo. Sempre pergunte a si mesmo: o que faz meu cônjuge feliz? O que ele ou ela gosta de comer? Qual filme gosta de assistir? Ou que sobremesa dividir em um restaurante? Deixe o seu cônjuge escolher. Tê-lo feliz fará você feliz.
  6. Marque encontros
    Só porque você é casado e tem filhos não significa que sua vida social acabou. Você precisa ter um bom tempo a sós com o seu parceiro, sair com os amigos e também ter um tempo sozinho. Sair de casa muitas vezes não é possível devido à questão econômica, mas vocês podem marcar um encontro sem sair de casa. Nada de passar as noites em quartos separados, cada um em seu computador ou telefone. Desligue tudo! Desfrute de um bom filme com pipoca ou então uma taça de vinho. Joguem um jogo de tabuleiro ou simplesmente passem um tempo conversando. É importantíssimo que vocês se programem para fazer isso. Marque no calendário, se necessário.
  7. Encontre um momento de comunicação
    Isso deve ser feito diariamente. Se é difícil conversar durante as refeições porque você está muito ocupado atendendo os filhos, sente-se um pouco no sofá, com as crianças por perto. Sentem-se juntos. Juntos mesmo, até que vocês estejam encostados um no outro. O contato físico ajuda. Sim, mesmo se você estiver irritado, quando você toca o seu cônjuge, a tensão é aliviada e isso ajuda a encarar os problemas de uma maneira mais calma. Experimente.
  8. Vá para a cama ao mesmo tempo
    Isso oferece uma oportunidade para a comunicação: verbal ou física. Você decide. Aproveitem a companhia um do outro. Se você costuma ir para a cama quando já está tão cansado a ponto de não poder fazer mais nada e adormecer, apenas ir para a cama, obrigue-se a deitar mais cedo. Casal precisa de mais tempo.
  9. Seja grato
    Você não pode dar conta de tudo. Às vezes, vai precisar do seu cônjuge para ajudá-lo. Deixe que seu parceiro te ajude. Peça ajuda, mas não exija. Peça educadamente e aceite com gratidão. Quando a ajuda chega sem ser solicitada, seja grato. As palavras “obrigado” e “eu te amo” ajudam muito, se for acompanhada de beijos, melhor ainda.
  10. Concentre-se nas coisas positivas em sua vida
    Provavelmente você terá que se lavar após o desastre, mas não foi fofo ver seu filho soprar mingau em você? Você não tem tempo nem de trocar seu pijama, mas seu bebê aprendeu a rolar. Você consegue se lembrar da última vez que choveu? Mas certamente se lembra de sua primeira palavra ou primeiro passo. Não seja negativo. Ninguém disse que a vida seria fácil. Faça o melhor que puder. Tudo será feito em seu devido tempo. E lembre-se de que nem sempre será assim. Cada pessoa com cabelos grisalhos que você encontrar vai dizer: “as crianças crescem rapidamente”. Aproveite o que você tem e filtre a parte ruim.
Deixe sua opinião

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.