Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Jose Chomali/Unsplash
Jose Chomali/Unsplash
Casamento e Compromisso

Seu casamento caiu na rotina? Cuidado!

Atitudes de romantismo e cuidado costumam ser deixadas de lado com o passar dos anos colocando o relacionamento em perigo

Inúmeras demonstrações de carinho, horas de conversa e o cuidado em estar sempre com a melhor aparência possível são comuns durante o namoro e início do casamento. No entanto, algumas dessas atitudes podem ser deixadas de lado com o passar dos anos, fazendo com que o relacionamento se torne confortável demais, caia na rotina e se autodestrua. Para evitar isso, é necessário estar atento a alguns sinais e tomar providências diante de cada um deles.

As 5 fases do casamento e o que se pode aprender em cada uma delas

Segundo o escritor norte-americano Mark Merrill, entre esses sinais está a dificuldade de diálogo e a falta de romantismo. “Isso é perigoso e pode transformar o relacionamento em uma mistura amarga de infelicidade”, aponta o especialista, que cita cinco situações de alerta para o casal em um artigo publicado no site All Pro Dad. Abaixo estão detalhes a respeito de cada uma delas e sugestões de como corrigi-las antes que marido e mulher se tornem “estranhos” dentro de casa.

1. Não dormir junto

Após anos de casamento, hábitos de sono que antes pareciam fofos ou afetuosos podem se tornar irritantes. Assim, dormir abraçados se torna algo incomum e as reclamações relacionadas ao ronco, pernas inquietas ou conversas dormindo passam a ser mais frequentes. Quando isso acontecer, é necessário que o parceiro ouça a reclamação do outro e busque uma solução para o problema antes que ele comece a dormir em outra cama. “Isso não é motivo de preocupação em raras ocasiões, mas quando começa a se tornar rotina, a conexão entre marido e mulher sofre um grande golpe”, afirma Merrill.

2. Ficar preguiçoso em relação à higiene e aparência

Homem e mulher, com o passar do tempo, também tendem a diminuir o cuidado que tinham com a aparência no começo do relacionamento, pois se acostumam demais um com o outro e pensam que a fase de conquista terminou. Só que a atenção ao visual e às práticas simples como tomar banho, escovar os dentes e usar desodorante devem ser frequentes. “Hábitos básicos de higiene que precisam ser adotados na sociedade também devem ser aplicados em casa. Descubra onde essa área ficou confortável demais e a corrija”, orienta o especialista.

3. Conversar pouco

De acordo com Merrill, a comunicação entre o casal costuma mudar depois de alguns anos e até alterações de postura ou olhares diferentes passam a “falar”. O problema, no entanto, é que muitas das mensagens transmitidas dessa forma são agressivas e isso é prejudicial para o relacionamento. Além disso, há pessoas que apenas “fingem” conversar, pois escutam o companheiro ao mesmo tempo em que pensam em outras coisas, sem prestar total atenção. “Comunicação atrofiada leva a mal-entendidos e isso leva a problemas. Por isso, fale e ouça com clareza”, recomenda ele.

4. Não ser mais um cavalheiro

Gentilezas como escrever bilhetinhos, abrir a porta do carro para a amada ou deixá-la na entrada do restaurante em um dia chuvoso antes de estacionar o carro demonstram preocupação. “Ela, provavelmente, não vai te contar, mas essas coisas são importantes para as mulheres. Não é o ato em si, mas a ação que mostra que você se importa com elas”, afirma o norte-americano. Por isso, se essas atitudes não fazem mais parte do dia a dia do casal, é necessário retomá-las antes que o romantismo se perca.

5. Perder o interesse sexual

Todos os detalhes listados acima são essenciais para fortalecer o romance em um casamento e necessários para que a intimidade do casal dentro do quarto seja vibrante. Por isso, se o relacionamento se apresentar “confortável” demais e a conexão entre homem e mulher estiver se perdendo, é preciso agir urgentemente para retomar o romantismo e trazer de volta o mesmo interesse que tinham um pelo outro no início do casamento.

***

Recomendamos também:

***

Acompanhe-nos nas redes sociais: Facebook Twitter | YouTube

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também