Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Divulgação/Polícia Militar
Divulgação/Polícia Militar
Atualidades

Carta com pedido de ajuda escrito por menina de 12 anos denuncia abuso do pai

A adolescente quis contar sobre o estupro antes, mas sentia “medo e vergonha”; o pai, de 34 anos, foi preso.

Um homem de 34 anos foi preso em Manaus depois que a sua filha, de 12 anos, o denunciou por estupro em uma carta escrita à mãe.

Segundo a Polícia Militar, a menina pretendia relatar o caso antes, mas sentia “medo e vergonha”. Depois de exames no Instituto Médico Legal, os abusos foram confirmados e o acusado, que nega a versão da filha, foi preso por estupro de vulnerável.

“Mãe, eu nunca teria coragem de dizer para ele parar”, diz a menina na carta. “Tudo começou quando ele veio com uma história de que queria lutar. Eu queria tirar ele de cima de mim, mas eu não conseguia, depois eu deixei, mas na minha mente eu nunca quis, ele falava para eu não sair, só que me doía muito, mas eu sempre deixava”.

“Eu não queria olhar na cara dele, mas eu tinha que fingir que estava tudo normal. Eu não queria mais escutar no jornal coisa (sobre) abuso porque me doía muito. Eu já tinha escrito outra carta, só que não tive coragem de entregar. Eu pedi a Deus coragem para entregar essa. Por isso eu ficava com raiva de repente, nem ele nem a senhora me viram chorando, mas eu choro muito”, contou a vítima.

De acordo com levantamento da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas, 1.283 casos de estupro de menores de 18 anos foram registrados de janeiro de 2014 a maio deste ano. Em 732 deles, as vítimas eram menores de 11 anos.

A história foi divulgada pelo jornal Estado de S. Paulo.

Leia também