Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Arquivo pessoal/divulgação
Arquivo pessoal/divulgação
Defesa da Vida

Bebê nasce com metade do coração, contraria previsões médicas e sobrevive a transplante

Vários médicos aconselharam os pais a desistir, mas eles decidiram acreditar que seu filho sobreviveria

Quando Tiffany e Chuck Palmer estavam esperando seu filho Jack em 2017, receberam uma notícia avassaladora: o bebê tinha apenas metade do coração e provavelmente morreria antes de completar um ano. Jack, porém, já tem oito meses – graças a uma equipe médica que resolveu dar tudo de si.

Ao receber o diagnóstico, o casal procurou diversos médicos, mas nenhum lhes deu esperanças. “Não sabíamos mais o que fazer”, conta Chuck à NBC News. “Só sabíamos que não desistiríamos”. Finalmente, o casal encontrou apoio na equipe médica do Hospital Pediátrico de St. Louis, a quatro horas de Kansas City, onde moram. Ali, os médicos concordaram em tentar de tudo para salvar a vida de Jack.

Chuck e Tiffany Palmer.
Chuck e Tiffany Palmer.

O médico Pirooz Eghtesady realizou um transplante de coração e pulmões em Jack, quando ele tinha apenas cinco meses de idade – o que fez do pequeno a pessoa mais nova da história a receber um transplante desse tipo. Acredita-se também que ele foi a primeira criança a receber um coração transplantado de tipo sanguíneo diferente.

E a esperança valeu. “Desde o começo, Jack tem desafiado as probabilidades. Ele é um milagre. A cada dia em que ele permanece vivo, não damos isso por garantido”, confessa a mãe. Agora, três meses depois da cirurgia, ele se recupera bem e deve ir para casa em breve. “Ele está lutando, está crescendo e é ativo”, descreve Tiffany.

Se Jack conseguir sobreviver com os novos órgãos até o seu primeiro aniversário, em janeiro de 2019, suas chances de sobrevivência aumentarão 50%. Se chegar bem aos 12 anos de idade, os médicos acreditam que ele será capaz de viver uma vida normal e saudável. “Isso nunca foi uma possibilidade e, no entanto, aqui estamos”, surpreende-se a mãe. “Estamos quase prontos para ir para casa”.

 

Com informações de Live Action.

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também