Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Laíne Paiva/Operação Sorriso
Laíne Paiva/Operação Sorriso
Virtudes e Valores

Azul e Operação Sorriso se unem e atendem mais de mil pacientes com fissuras labiopalatinas

A companhia aérea transportou 60 profissionais de saúde e 1,5 tonelada de equipamentos até a capital cearense.

A companhia aérea Azul e a ONG Operação Sorriso uniram esforços para fazer a diferença na vida de mais de mil pessoas em Fortaleza na semana de 28/10 a 02/11. Durante seis dias, 60 profissionais de saúde transportados pela Azul avaliaram 1305 pacientes e realizaram 88 cirurgias em crianças e adolescentes com fissuras labiais (lábio leporino) e palatinas (fenda palatina). A companhia foi a responsável ainda por transportar uma tonelada e meia de equipamentos até a capital cearense.

A ação aconteceu no Hospital Infantil Albert Sabin, no bairro Vila União, e contou com a ajuda de cinco voluntários do Programa de Voluntariado Azul. Eles participaram do acolhimento às famílias dos pacientes e colaboraram também para que a experiência dentro do hospital fosse mais alegre e humanizada, tanto durante a seleção das crianças, quanto durante os dias de cirurgia.

Laíne Paiva/Operação Sorriso
Laíne Paiva/Operação Sorriso

“Servir às pessoas e levar ainda mais qualidade de vida para a população é nossa essência, está no espírito da Azul”, destaca Carolina Constantino, gerente de Responsabilidade Social da Azul. “A Operação Sorriso representa esperança para dezenas de famílias que dependem do trabalho da ONG para que seus filhos possam ter um desenvolvimento adequado. Estamos muito felizes em poder, mais uma vez, ver de perto esse trabalho tão bonito transformar a vida das pessoas”.

A Operação Sorriso atua há 35 anos – está no Brasil há 20 – e é a maior organização médica voluntária do mundo. Reúne profissionais de 60 países para ajudar exclusivamente pessoas nascidas com deformidades faciais, especialmente fissura labial (também conhecida como lábio leporino) e fenda palatina.

A Azul apoia a ONG desde 2013. Desde então, a companhia já transportou mais de 350 profissionais de saúde e dez toneladas de equipamentos médicos em mutirões pelo Brasil, que resultaram em mais de 700 cirurgias de correção de fissuras labiopalatinas.

Colaboração

A Operação Sorriso está desenvolvendo duas campanhas de arrecadação para possibilitar a realização de mais cirurgias. No dia 12 de dezembro, parte das vendas dos ingressos para o filme Extraordinário na rede de cinemas Kinoplex será revertida para a ONG.

Laíne Paiva/Operação Sorriso
Laíne Paiva/Operação Sorriso

É que o filme conta justamente a história de um garotinho que sofre bullying devido à aparência de sua face – uma realidade difícil na vida de crianças com lábio leporino e fissura palatina. A ação, que conta com parceria da Paris Filmes, direcionará para a Operação Sorriso um real de cada ingresso vendido.

Além disso, a ONG está promovendo uma campanha de financiamento coletivo, que tem como meta alcançar 40 mil reais em doações. “Com estas iniciativas, conseguiremos recuperar a dignidade e autoestima de milhares de crianças e adultos fissurados de todo o país”, declara Ana Stabel, diretora executiva da Operação Sorriso. Você pode colaborar com a campanha aqui.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também