Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE

Felipe Koller

Acreditamos no Amor

Onde há amor, Deus aí está.

Quais são as maiores ordens e congregações católicas do mundo?

Carmelitas, jesuítas, franciscanos... Qual é o grupo de religiosos mais numeroso?

Franciscanos, jesuítas, beneditinos, carmelitas… As ordens e congregações religiosas católicas imprimem há séculos a sua marca na história da humanidade. Com o seu serviço em paróquias, mosteiros, hospitais, escolas, universidades e em diversos outros âmbitos, religiosos e religiosas – fiéis católicos que professaram votos públicos e vivem em comunidade seguindo o mesmo carisma – fazem a diferença na vida de milhões de pessoas todos os dias.

Leia também: Pastoral vocacional ou RH clerical?

Mas quais são os maiores entre esses grupos? Segundo dados do Anuário Pontifício, estas são as dez maiores ordens religiosas masculinas e femininas hoje em dia:

Femininas

As Filhas de Maria Auxiliadora, ou salesianas, são de longe a maior congregação feminina, com mais de 14 mil religiosas espalhadas pelo mundo. Em seguida, vêm as monjas carmelitas descalças, com mais de 9 mil religiosas. As claretianas ficam com o terceiro lugar, com mais de 7 mil religiosas.

As surpresas, para nós no Brasil, são as congregações que ocupam o quarto, o quinto, o sexto e o sétimo lugar: são todas congregações indianas: as Franciscanas Missionárias de Maria, com 7 mil religiosas; a Congregação Clarissa Franciscana e a Congregação da Mãe do Carmelo, ambas com mais de 6 mil religiosas; e as Missionárias da Caridade, fundadas por Santa Teresa de Calcutá, com mais de 5 mil religiosas.

Completam o top 10 as Irmãs da Caridade de Santa Bartolomea Capitanio e Santa Vincenza Gerosa, uma congregação italiana; as monjas beneditinas; e outra congregação indiana, as Irmãs da Adoração do Santíssimo Sacramento, todas com mais de 4 mil religiosas.

Masculinas

Os jesuítas são a maior congregação masculina do mundo, com mais de 16 mil membros, sendo mais de 11 mil deles padres – incluindo o papa Francisco. Em seguida estão os salesianos, fundados por São João Bosco, com mais de 15 mil membros, sendo mais de 10 mil deles padres. A Ordem dos Frades Menores, os franciscanos “originais”, fundados por São Francisco de Assis, está em terceiro, com mais de 13 mil membros, sendo mais de 9 mil padres.

Logo em seguida vem outro ramo franciscano, os capuchinhos, com mais de 10 mil membros, sendo mais de 6 mil padres. Em quinto, estão os monges beneditinos, com mais de 6 mil membros, sendo mais de 3 mil padres. Depois, vem a Sociedade do Verbo Divino, com mais de 6 mil membros, sendo mais de 4 mil padres, e os dominicanos, com mais de 5 mil membros, sendo mais de 4 mil padres.

Mais um ramo franciscano ocupa a oitava posição: os franciscanos conventuais, com mais de 4 mil membros, sendo mais de 2 mil padres. Em seguida, estão os carmelitas descalços, com mais de 4 mil membros, sendo mais de 2 mil padres. Completam o top 10 os claretianos, com mais de 3 mil membros, sendo mais de 2 mil padres.

***

Curta a página do Acreditamos no Amor no Facebook e fique por dentro das novas publicações.

***

Leia também:

Como funciona o discernimento vocacional?

Quando a fé se torna ideologia: entrevista com o padre Marko Ivan Rupnik

Como NÃO fazer discernimento vocacional? O padre Amedeo Cencini responde

Por que o Papa Francisco está dizendo que a pastoral vocacional é “a alma da evangelização”?

Homossexualidade, celibato e abuso sexual: 5 conclusões do maior estudo já feito sobre o tema

***

Por

Comentários

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Leia também