Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Casamento e Compromisso

9 motivos para não desistir do casamento em uma crise

Por mais grave que a crise seja, ela não significa necessariamente o fim do relacionamento

Relacionar-se com outras pessoas não é algo simples. E mesmo que vocês se conheçam há anos, sejam amigos ou mesmo irmãos, divergências volta e meia aparecerão. No casamento, não será diferente. Nem sempre haverá consenso em algumas questões, nem sempre as coisas serão resolvidas em uma primeira conversa e a vida não será perfeita. E se tudo isso se estender por um longo período, pode ser que o pensamento de que não vale a pena mais estar junto e de que aquela união já não tem mais jeito, virá. Se isso acontecer, antes de mais nada, pondere. Por mais grave que a crise seja, ela não significa necessariamente o fim do relacionamento. O fim de um casamento traz uma série de dificuldades à toda a família, principalmente aos filhos. A escritora norte-americana Nancy Jergins, deixou recentemente algumas dicas no site iMom, para quem está justamente neste momento em que parece que não esforço a ser feito, que compense a manutenção de um casamento.

1. As coisas podem melhorar

Nada acontece da noite para o dia. Pensar a longo prazo, acreditando que as coisas podem melhorar é um bom caminho. Algumas virtudes podem ser colocadas em prática contribuindo com isso. Em um momento conturbado procure ser resiliente e tenha paciência com seu parceiro. Lembre-se que também você não é perfeito, que há limitações e faltas aí também. Escolha mudar suas atitudes antes de cobrar do outro, para que, por meio do exemplo, ele tenha a chance de perceber o que precisa melhorar – se for realmente necessária a mudança dele. E, claro, escolha amar antes de tudo. O amor fará você ser mais otimista em relação às possíveis melhorias.

2. Existem crises maiores

Isso não significa que seus problemas não sejam válidos, ou não tenham importância. É claro que para aquele que está vivendo o problema, o seu sempre será o maior, mas às vezes ajuda adotar um olhar de fora, observando se de fato seu parceiro é o pior de todos neste mundo. Talvez não seja, e pode ser que uma conversa com um conselheiro ajude vocês a verem o melhor no outro e ser grato, apesar de tudo.

3. Vocês podem crescer juntos durante a crise  

Não é que, necessariamente, “depois da tempestade venha a bonança”, mas ser forte o suficiente para resistir a uma crise, fará de sua união muito mais forte depois. Os casamentos podem passar por situações difíceis com as intempéries do dia a dia, os problemas financeiros, uma criança doente, o estresse no trabalho e isso tudo pode ser um grande fator desmotivador. Mas suportem-se mutuamente e procurem atravessar pelo problema e resolver juntos.

4. As crianças precisam de seus heróis

Você e seu parceiro compartilham um amor por seus filhos que beneficia seu desenvolvimento social, cognitivo e afetivo. É em vocês que eles olham quando querem ser pessoas melhores w quando imaginam seu próprio futuro. Ao perceberem que mesmo em momentos de grande turbulência, vocês estão juntos e buscando alternativas para seguirem com o compromisso firmado, eles terão a referência que precisam para seus relacionamentos também.

5. Seus filhos precisam ter um refúgio, um lar

As crianças não estão preparadas para lidar com a agitação de viver em dois lugares. A separação dos pais e a morada em duas casas podem ser estressantes para elas. “Os filhos sentem-se divididos entre os sentimentos de lealdade para com a mãe ou o pai, e o desejo de uma estabilidade em sua vida cotidiana”, explica Nancy.

6. Você pode se apaixonar novamente

O romance dos primeiros dias de namoro pode nunca retornar, mas vocês podem aprender, com a maturidade, novas maneiras de manter o sentimento que tinham no início do relacionamento. Engajar-se em buscar novas maneiras de demonstrar amor ao seu parceiro, é importante para que durante as fases do casamento, vocês possam se manter firmes. Apaixone-se diariamente por seu parceiro e invista em seu relacionamento.

7. Você vai crescer como indivíduo

Ser casado pode ensinar muitas coisas sobre você, algumas boas e outras não. Tente sempre aprender algo com o outro, abra a guarda e se deixe ser ensinado, aceite sugestões. Isso não quer dizer que suas próprias opiniões serão deixadas de lado, mas mostrará que você é sábio o suficiente para adquirir conhecimento sempre.

8. Você é o modelo de seu filho

Os filhos precisam ver os pais enfrentando os desafios da vida. Ao procurar soluções para o casamento, vocês mostram a eles uma maneira saudável de se comunicar, o processo de trabalhar com problemas e a importância do perdão em um relacionamento.

9. Exercer a parentalidade sozinho não é simples

Antes de decidir deixar seu casamento, observe a logística de sua vida e como essas demandas funcionariam em uma família divorciada. O divórcio afeta não apenas crianças, mas também adultos, quando toda a dinâmica familiar é alterada. Sofrem pais e mães, mas principalmente sofrem os filhos que sentem as preocupações externas e acabam, por vezes, tentando amadurecer antes da hora, para suprir as necessidades de seus pais.

***

Recomendamos também

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também