Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Casamento e Compromisso

7 dicas para discutir a relação sem ficar na defensiva

Entender o outro requer a capacidade de ouvir e por mais que essa pareça uma tarefa impossível, é importante escutar as queixas do outro sem se sentir atacado

Para a maioria das pessoas ouvir sem ficar na defensiva é bem complicado. Pior ainda é quando o cônjuge ou namorado traz à tona um problema delicado ao seu coração – normalmente, algo da infância,  de um relacionamento anterior ou uma dificuldade em seu temperamento. Mas entender o outro requer a capacidade de ouvir. Por mais que essa pareça uma tarefa impossível, é importante escutar as queixas  do outro sem se sentir atacado. Quando algo que você disse (ou não disse) prejudica os sentimentos de seu parceiro, há um forte impulso de interromper com: “Essa não foi minha intenção. Você está me entendendo mal”, mesmo antes dele concluir o pensamento. E, infelizmente, quando quem está ouvindo reage antes que o outro tenha a chance de se explicar completamente, ambos se sentem incompreendidos e esse ruído na comunicação pode desestabilizar no relacionamento. Confira algumas que podem te ajudar a se acalmar na hora de discutir a relação: 

1. Escreva o que seu parceiro diz e qualquer atitude defensiva que você sente 

Parece estranho, né?! Mas tente usar um bloco de anotações para escrever tudo o que seu parceiro disser e também o que você sente durante o diálogo. Essa atitude ajudará a lembrar o que foi dito naquela conversa e facilitará a reflexão dos pontos apresentados. Lembre-se de que você está ouvindo seu parceiro porque se importa com a dor dele. Por fim, é útil dizer a si mesmo: “Vou ter a minha vez de falar e expressar meus sentimentos sobre isso”.

2. Ouça com amor e respeito 

Durante conversas difíceis, concentre-se no afeto que sente pelo seu parceiro. Tente se lembrar das maneiras pelas quais seu parceiro já demonstrou seu amor por você. Pense em como essa pessoa costuma te apoiar e te faz sorrir. A alegria que vocês trazem um ao outro é mais importante do que esse conflito. Quando você se acalmar, faça o exercício de separar seu relacionamento da raiva e do sofrimento que sente por aquele assunto em particular.

3. Desacelere e respire 

Desacelerar e respirar fundo é uma ótima maneira de se acalmar. Relaxe seu corpo, mas não perca o foco da conversa. Se por acaso seu cônjuge ou namorado achar que você não está dando a devida atenção ao que ele fala, explique que você está tentando se concentrar e se acalmar para poder compreendê-lo.

4. Olhe para si mesmo 

Analise a si mesmo e compreenda como costumam ser as suas reações ao receber críticas em geral. Muitas vezes, quando você se sente irritado e chateado, não é porque está reagindo às palavras ou comportamento do outro, mas porque você atribui significado pessoal àquelas declarações. Talvez você ache que não está sendo bom o suficiente para aquela pessoa ou que esse tipo de situação comum aos relacionamentos faça com que vocês se afastem. Compreendendo suas próprias emoções é mais fácil considerar que a queixa que o outro faz pode realmente ser verdade e algo que, se for trabalhado, fará com que todos os seus relacionamentos melhorem.   

5. Esteja aberto a mudanças

Isso parece impossível, especialmente se a queixa é sobre algo que você fez ou não fez. Se ao ouvir a queixa do outro você se sentir o ímpeto e se defender, respire e procure entender por quê. Pergunte a si mesmo: “O que estou tentando proteger ao tentar me defender?” A queixa do seu parceiro é sobre as necessidades dele, não as suas. Veja se o que ele diz realmente tem relação com algum traço de sua personalidade e pondere se não é necessário mudar. 

6. Peça para que ele repita de outra maneira o que diz

Se o seu parceiro disser algo que te faça reagir mal, peça para que ele possa explicar novamente o que foi dito. Mas procure fazer isso de uma maneira que não deixe a outra pessoa irritada com a situação, para que todo o esforço não vá por água abaixo. Pergunte se a pessoa pode repetir a queixa, de uma outra maneira, para que você compreenda melhor e juntos possam solucionar a questão. 

7. Peça para dar uma pausa na conversa

Por vezes, durante uma discussão, uma das partes está mais alterada que a outra, isso quando não são as duas nessa situação. Procure acalmar-se e peça para que essa conversa seja resolvida quando todos estiverem mais tranquilos. No calor do momento, pode ser que a conversa passe a níveis inaceitáveis, palavras que machucam o outro podem ser ditas e aí o relacionamento pode ter uma quebra. Nessas horas, uma das partes pode sair ferida e a cura custará mais do que a espera para que a conversa seja resolvida depois.

Com informações de Motherly

Colaborou: Lorena Maria Lafraia

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

 

Leia também