Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Divulgação
Divulgação
Educação dos filhos

6 filmes que ensinam o valor do cuidado entre irmãos

Ciúmes, nascimento, adoção e comportamento são alguns dos assuntos que esses filmes apresentam, e podem oferecer uma oportunidade descontraída para explicar às crianças algumas questões relacionais

O cinema pode ser uma ferramenta valiosa para auxiliar os pais na hora de passar alguns valores aos filhos, ou ainda, prepará-los para uma mudança dentro da família. A chegada de um irmão mais novo, por exemplo, é um grande desafio ao irmão mais velho, que antes era o centro das atenções e, agora, terá que compartilhar momentos, objetos e até mesmo o quarto. De animações até grandes produções, essas dicas podem ajudar a estreitar os laços familiares, contribuindo na recepção de um novo membro da família, seja um recém-nascido ou o filho adotivo. Ciúmes, nascimento, adoção e comportamento são alguns dos assuntos que esses filmes apresentam, e essa será uma oportunidade descontraída para explicar às crianças, de maneira lúdica, algumas questões familiares, além de sanar todas as dúvidas possíveis.

1. O Poderoso Chefinho (2017)

Essa animação mostra como o irmão vê a chegada  de um bebê à família. Mudanças acontecem nesse momento e o “Poderoso Chefinho” vai abrir essa discussão entre vocês. A comédia destaca a chegada de um novo bebê e o impacto que esse momento vai gerar dentro de um lar. O narrador é Tim, o irmão mais velho. Com apenas sete anos, o garoto acredita que seu lugar será tomado pelo irmãozinho que acaba de chegar – o Poderoso Chefinho. A história pode ser entendida por crianças a partir de três anos e vale a pena assistir pelo lado cômico e por seu desfecho incrível.

 

2. Extraordinário (2017)  

Auggie, um garoto de 10 anos, mudou radicalmente a vida da família quando nasceu. Com uma deformidade facial, ele precisou de 27 cirurgias para voltar a respirar e enxergar. Um verdadeiro guerreiro. Mesmo com a presença e apoio dos pais em todas as batalhas no início da vida, ele precisou enfrentar alguns problemas, como o bullying na escola, por exemplo. Mas seus desafios não pararam por aí. Ele teve que superar muitos obstáculos em seu caminho, até mesmo a indiferença de sua irmã, que muitas vezes, se sentiu ameaçada com a presença dele. O diretor faz um recorte para ressaltar o dilema dela em lidar com a carência, porque seu irmão precisava de muita atenção dos pais e muitas vezes ela era esquecida por isso. O Extraordinário mostra a importância da família. Vocês vão se emocionar com essa história que mostra que é possível enfrentar qualquer problema familiar juntos.

 

3. Os incríveis 1 e 2 (2004/2018)

Zezé Pêra é o terceiro filho do casal protagonista e assim como os pais, ele acumula várias habilidades. Quando ele chega à história, o público acredita que ele seja apenas um humano comum, mas no fim do primeiro filme, já é possível perceber que não.  Segundo o diretor Brad Bird, os poderes dos personagens representam bem cada figura dentro de uma família. No caso do pai (Roberto), que tem a superforma, o que se mostra é a espera da força vinda dos homens. A mãe (Helena), que precisa lidar com várias situações, é a mulher elástica. Os adolescentes, que têm menos poderes que o bebê, sempre são inseguros e, inclusive por isso, Violeta é invisível. Já dos bebês não se espera nada, no entanto, podem ou não terem poderes. E no caso de Zezé, ele tem 17 superpoderes!

Em “Os Incríveis 2” os pais têm dois desafios: a mãe tenta salvar o dia e o pai é quem cuida dos problemas das crianças. Desta vez, Violeta está mais segura de si, mas precisa aprender a lidar com as travessuras do irmão mais novo que também está descobrindo suas habilidades.

 

4. Frozen – Uma aventura congelante (2014)

Elsa é uma rainha que tem a difícil missão de quebrar a maldição de um inverno eterno: ela tem poderes congelantes. Diante disso, a protagonista de “Frozen – uma aventura congelante” se afasta de sua irmã, Anna, temendo prejudica-la com suas habilidades, já que em um momento na infância ela atingiu a irmã. O forte laço familiar que une os irmão é mostrado com mais ênfase quando Anna sai em busca de sua irmã, que decidiu viver isolada após uma série de problemas no reino de Arandelle, que foram motivados por sua maldição.

 

5. Brave Histories – os trigêmeos (2014) ou Valente (2012)

Os irmãos de Merida, uma princesa valente, são bem simpáticos e conhecidos pelos cabelos ruivos, como os dela. Harris, Hubert e Hamish, são os trigêmeos mais fofos que a gente já conheceu. A história da princesa desconstrói os clássicos contos de fadas, com princesas estereotipadas. Seu jeito irreverente e as traquinagens dos três pequenos estão entre os destaques do filme. Em um primeiro momento ela precisa compreender o papel de uma irmã mais velha diante dos truques dos meninos.

 

6. Um sonho possível (2009) 

Às vezes é bom entender o outro lado da história. E se um casal já tem dois filhos e resolvem adotar um que é mais velho que eles. “Um sonho possível” é uma boa opção para os casos, mesmo raros, de adoção de adolescentes que pode te ajudar na preparação de seus filhos, se a adoção for seu caso.

Baseado em fatos reais, Michael Oher (Quinton Aaron), um jovem que não tinha onde morar foi acolhido pela família de Leigh Anne Tuohy (Sandra Bullock). Após esse encontro, sua vida muda radicalmente e aquilo que era apenas um sonho vira realidade: Michael Oher se tornou um astro do futebol americano. Vai emocionar toda a família.

 

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também