Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Reprodução/YouTube
Reprodução/YouTube
Religião

50 estátuas cristãs localizadas em áreas públicas foram vandalizadas na Alemanha

Ataques ocorrem há meses e polícia confirma tratar-se de atos vinculados ao extremismo islâmico

A Alemanha, que acaba de ser palco de mais um atentado provocado pelo extremismo islâmico, também tem convivido, há meses, com o vandalismo direcionado a estátuas cristãs localizadas em ambientes públicos. Até o momento, há registro de ataques a pelo menos 50 estátuas de Jesus Cristo, da Virgem Maria e dos santos, que foram desfiguradas ou destruídas. É o que mostrou recentemente uma chocante reportagem da emissora de tevê estatal Westdeutscher Rundfunk (WDR).

A cidade Münster, no oeste do país, tem sido alvo desse tipo de vandalismo há meses, tendo chamado à atenção, principalmente, o ataque a uma imagem de Jesus que teve a cabeça cortada.

Na reportagem, um policial local conta que os moradores dos bairros onde as estátuas foram desfiguradas estão surpresos e assustados. “Com base na intensidade dos atos, já se pode concluir que a motivação é religiosa”. Outro criminalista envolvido nas investigações diz que parece claro que o responsável é alguém que “detesta a Igreja Católica”.

Família acusada de “radicalismo cristão” na Noruega recupera guarda dos filhos

De acordo com o jornal alemão Junge Freiheit, só nos últimos dois anos 40 capelas foram vandalizadas no distrito de Steifurt, também localizado na região de Münster. A polícia estima que o dano chega a dezenas de milhares de euros.

Um grupo de seis homens suspeitos de ter ligações com o extremismo islâmico esteve na mira da polícia durante meses e um de seus membros foi preso recentemente. É sabido que três dos outros suspeitos fugiram para a Síria, um morreu e outros dois estão desaparecidos.

 

Assista à reportagem (com legendas em inglês):

 

Com informações de ACI Prensa.

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-no no Twitter.

5 Comentários
  1. Essa página é um desserviço à comunidade. Instiga uma generalização de certos temas que chega a beirar o racismo e o ódio religioso. Qual o objetivo desta matéria num momento como esse, após os ataques na Alemanha? Instigar mais ódio entre todos? Cristãos e Muçulmanos não são inimigos.

Leia também