Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Educação dos filhos, Sem categoria

3 técnicas de comunicação que podem fortalecer o vínculo familiar

Uma boa comunicação pode ajudar os pais a driblarem alguns problemas que podem surgir na família

Manter uma relação familiar saudável com tantas distrações que o mundo virtual oferece não é tarefa fácil. Por isso, uma boa comunicação pode ajudar os pais a driblarem alguns problemas que podem surgir na família. Aproveitar momentos comuns do dia a dia, por exemplo, pode incentivar o diálogo dentro de casa. Mas existem ainda outras maneiras de desenvolver um vínculo familiar mais forte.

Uma cena preocupante, mas que pode ser revertida, é quando todos chegam de suas atividades diárias e logo se conectam aos celulares em vez de sentar ao redor da mesa do jantar para conversar. Com o passar do tempo, esse pode se tornar um comportamento prejudicial que atrapalhará – e muito – o relacionamento entre marido, esposa, pais e filhos.

A qualidade do vínculo entre pais e filhos tem relação direta com o sucesso das crianças no futuro

Reflita se isso já é algo comum em seu lar. Uma criança que cresce em um ambiente afetuoso tem mais chances de se tornar um adulto mais confiante, portanto mais sociável. Então, são os pais que devem assumir essa responsabilidade. Falar é essencial para se conhecer e, assim, evitar problemas de longo prazo. É durante conversas simples que os valores são construídos.

A aplicação de algumas técnicas de comunicação podem ajudar a fortalecer o vínculo familiar:

1. Descreva comportamentos em vez de rotular ou fazer julgamentos

Chamar uma criança de preguiçosa, por exemplo, é fazer julgamento de valor. Se seu filho não está cumprindo algum combinado, mostre a ele o quão ruim é esse comportamento, e não a pessoa dele. É papel dos pais explicar aos filhos quais são os comportamentos esperados dentro de casa, mas é preciso fazer isso de forma clara. Só assim a criança entenderá que às vezes precisa deixar a brincadeira de lado, por exemplo, para se concentrar em suas responsabilidades.

2. Descreva como esse comportamento faz você se sentir

Depois disso, é importante mostrar a seus filhos que a determinada situação te deixou chateado. Embora não seja necessário fazer com que se sintam culpados a ponto de deixá-los tristes, deixe claro que essas atitudes não serão toleradas. Mas cuidado, não faça isso quando estiver irritado, espere o momento certo para conversar.

3. Deixe claro qual comportamento você espera dele

Uma vez esclarecido qual é o comportamento que não se espera ver novamente – e o sentimento que provoca –, os pais devem mostrar qual é o comportamento desejado e também as sensações que causariam. Não caia em comparações, pois as crianças podem se sentir em desvantagem em relação às outras.

Com informações de Hacer Familia

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também