Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Imagem: Bigstock
Imagem: Bigstock
Curiosidades

Alugue um pai: vaidade faz japoneses contratarem falsos parentes que causem boa impressão

O serviço é uma resposta para os casos de pais ausentes e também para pessoas obcecadas pela própria imagem.

Se você acha que apresentar o seu pai – esse aí que vive com você, do jeito que ele é – à sua namorada pode lhe trazer problemas, saiba que no Japão já existe solução para isso. O negócio de Ryuichi Ichinokawa, chamado Heart Project, permite que você alugue um pai – uma resposta para os casos de pais ausentes e também para pessoas obcecadas pela própria imagem.

Ichinokawa trabalhava oferecendo – pelo equivalente a 85 reais – aconselhamento pessoal por e-mail, até que recebeu uma proposta inusitada. Um cliente queria que um padrinho fizesse um discurso em homenagem a ele em seu casamento. Ele mesmo, o noivo, havia escrito o texto e pediu que Ichinokawa fosse ao casamento como padrinho para pronunciá-lo.

Ausência do pai afeta a saúde dos filhos mais do que se imaginava, diz estudo

O empreendedor, de 52 anos, começou a incluir esse tipo de serviço em seu negócio e reparou que a procura por pais crescia cada vez mais. Ele planejava levar o projeto para a frente sozinho, limitando-se a fazer o papel de pai para filhos que foram criados apenas pela mãe, mas o negócio cresceu.

Os clientes começaram a pedir pais com aparência mais velha ou mais nova, e também mães, namoradas e outros papéis. Hoje, Ichinokawa gerencia uma equipe de mais de cem pessoas. Já aconteceu que, em um só casamento, o número de solicitações chegou a 30 ou 40 pessoas. O empreendedor tem uma técnica para essas situações: “Se forem todas lindas de morrer, isso vai parecer suspeito. Então, tenho que misturá-las”, disse à revista Bloomberg Businessweek.

“Na cultura japonesa as pessoas se preocupam excessivamente pelas aparências e pelo modo como são vistas pelos outros”, conta Ichinokawa. Por isso, a maioria dos pedidos que recebe é por aparência e não por necessidade. “Às vezes, é apenas a simples vaidade que traz as pessoas até nós”.

Uma pessoa para fazer um discurso é o serviço mais barato do negócio de Ichinokawa: cerca de 145 reais. Se você quer levar o seu “pai” ou sua “namorada” a um casamento, terá que desembolsar cerca de 430 reais. Já para arranjar um substituto de parente ou de namorada para apresentar a alguém, a empresa cobra cerca de 870 reais. Esse é o pedido mais comum, totalizando 30% a 40% do total.

 

Com informações de Bloomberg.

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também