Amor de irmãos

Nada de heróis, futebol ou dinossauros! Menino de 6 anos escolhe irmão como tema da festa de aniversário

  • Por Raquel Derevecki
  • 18/09/2020 16:58
Assim que a mãe perguntou ao pequeno Mateus Mandetta a temática que ele preferia, o menino disse que queria seu irmão: “foi muito fofo”.
Assim que a mãe perguntou ao pequeno Mateus Mandetta a temática que ele preferia, o menino disse que queria seu irmão: “foi muito fofo”.| Foto: Arquivo pessoal/Julianne Cruciol

Eles dormem no mesmo quarto, sempre se divertem juntos, frequentam a mesma escola e diariamente demonstram carinho um pelo outro. No entanto, ninguém esperava que a grande amizade entre os irmãos Mateus e João também se transformaria em decoração para festa de aniversário. “Bastou eu perguntar para o Mateus qual tema ele queria para sua festinha de 6 anos, e logo respondeu: de irmão”, relata a mãe Julianne Cruciol, orgulhosa do caçula. “Foi natural e super fofo!”.

Por isso, ainda que a temática inusitada lhe desse mais trabalho do que escolher um tema pronto de algum herói, futebol ou dinossauros, por exemplo, a advogada e decoradora de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, fez o possível para atender o pedido do filho. “Sem ostentação, porque a festa foi bem simples, mas com significado”, afirma Julianne, que mandou fazer caricaturas de toda a família, preparou quadros divertidos dos meninos, e selecionou itens coloridos e alegres para compor a ornamentação.

Ainda segundo a mãe, o evento ocorreu na garagem da residência no dia 22 de junho e teve poucos convidados devido à pandemia de Covid-19. No entanto, mesmo com um número reduzido de participantes, a comemoração chamou a atenção de todos e foi parar até na mídia. “Para você ter uma ideia, muitos amiguinhos nem sabiam ler, mas entenderam bem o tema, porque amor de irmãos não precisa de legenda”.

Assim, os colegas comentaram com seus pais, as fotos do aniversário ganharam a internet, e um jornal da cidade entrou em contato com a família para saber mais a respeito da festa e divulgar as imagens. “Ficamos realmente impressionados com tanta repercussão”, comentou a decoradora, ao ver a história ser publicada em outros estados do país e surpreender muitas pessoas. “Afinal, já esperávamos algo assim dos nossos filhos, mas para os outros foi uma surpresa ver algo assim, tão simples e profundo”.

Dia a dia dos irmãos

Em entrevista ao Sempre Família, Julianne conta que os meninos têm dois anos e meio de diferença e, apesar das brigas comuns que acontecem no dia a dia, eles sempre tiveram ótimo relacionamento e se preocuparam com o bem-estar do outro. “O João Gabriel defende muito o mais novo, o protege e ninguém pode, sequer, olhar torto para o Mateus”, comentou, ao citar que o caçula valoriza esse cuidado e também ajuda o mais velho. “Ele faz de tudo para privilegiar o irmão”.

Em épocas comemorativas como o Natal, por exemplo, os pais perguntam aos meninos o que eles gostariam de ganhar de presente, e a resposta do Mateus é a mesma. “Ele fala que o pedido dele é nós darmos para o João o que ele quiser”, relata. “Ou seja, no coração dele, o que o faz mais feliz é agradar o irmão”.

E isso aumentou ainda mais durante a pandemia. De acordo com a sul-mato-grossense, passar bastante tempo em casa e conviver com uma realidade tão diferente este ano fez com que ela, o esposo e filhos dessem ainda mais valor à família. Por isso, esperam que o exemplo tão singelo dos meninos mostre a outros adultos e crianças o que realmente importa na hora de qualquer comemoração: “aquilo que está dentro de casa, no nosso dia a dia, basta que a gente olhe com o coração”, finaliza.

  • Foto: Arquivo pessoal/Juliane Cruciol
  • Foto: Arquivo pessoal/Juliane Cruciol
  • Foto: Arquivo pessoal/Juliane Cruciol
  • Foto: Arquivo pessoal/Juliane Cruciol
  • Foto: Arquivo pessoal/Juliane Cruciol
  • Foto: Arquivo pessoal/Juliane Cruciol
Deixe sua opinião

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.