Solidariedade

Milhares de europeus em confinamento saem na janela para aplaudir profissionais de saúde

A ação foi organizada pelas redes sociais no último sábado (14) e envolveu a população da Espanha, Itália e Portugal

  • Por Equipe Sempre Família
  • 17/03/2020 14:51
Milhares de europeus em confinamento saem na janela para aplaudir profissionais de saúde
| Foto: Reprodução/RTVE

Ainda faltavam alguns minutos para 22 horas do último sábado (14), mas muitas pessoas já apareciam nas janelas e varandas de suas casas para iniciar uma gigantesca salva de palmas em homenagem aos profissionais de saúde da Europa. A ação foi organizada pelas redes sociais na Espanha, Itália e Portugal, e teve o objetivo de agradecer aos médicos, enfermeiros e outros funcionários que atuam no atendimento de pacientes com coronavírus. “Eles são nossa última trincheira, e estão deixando cada último suspiro para todos nós", afirmava uma das mensagens de convocação.

Nos convites espalhados pelos três países, a população em confinamento era convidada a sair em suas janelas por volta das 10 horas da noite usando roupas, toalhas ou lençóis de cor branca, enquanto se uniriam em aplausos e gritos de "viva". Em uma das mensagens produzidas pelos espanhóis, por exemplo, os autores afirmavam que vestir essa cor incentivaria os corajosos profissionais a continuarem na luta. "É a Espanha de branco para eles, para que, quando voltarem para casa destruídos, saibam que nós os admiramos", dizia o convite.

"É a Espanha de branco para eles, para que, quando voltarem para casa destruídos, saibam que nós os admiramos", dizia uma das mensagens.

A iniciativa deu certo e, segundo a emissora RTVE, muitas pessoas iniciaram a divulgação de vídeos online por volta das 22 horas com aplausos, assovios e outras demonstrações de gratidão em suas janelas, terraços e varandas. “Os moradores reconheceram o trabalho dos profissionais de saúde durante a pandemia”, divulgou a empresa de comunicação em seu Twitter com um vídeo da região de Múrcia, no sudeste da Espanha. Assim como eles, o jornal El País também reuniu inúmeras gravações da população e divulgou o vídeo em seu canal no Youtube, mostrando que a ação durou longos minutos e emocionou os envolvidos.

Só que a salva de palmas em conjunto não foi a única maneira de os europeus agradecerem todo empenho demonstrado pelos funcionários da saúde, e outras ações pontuais como a de um restaurante na Inglaterra também começaram a aparecer. Nesse estabelecimento de comida indiana e nepalesa – o The Gurkha Lounge, em Peterborough –, os ingleses que atuam no atendimento de pacientes com coronavírus recebem sua refeição de presente.

"Trata-se de um pequeno gesto da nossa equipa para agradecer aos trabalhadores do serviço nacional de saúde neste período de grandes dificuldades", escreveu a administração do restaurante em sua página no Facebook. De acordo com a postagem, uma mesa do local foi reservada somente para essa finalidade na última segunda-feira (16) e seguirá disponível enquanto o restaurante permanecer aberto.

Preocupação

Essas ações mostram admiração e preocupação com quem atende pacientes com o novo coronavírus, pois somente na China, um levantamento apontou que mais de 1.700 agentes de saúde foram infectados pela covid-19. Um deles, inclusive, é o oftamologista Li Wenliang, de 34 anos, que alertou as autoridades do país a respeito da nova doença, foi acusado de divulgar informações falsas e acabou morrendo em decorrência do problema no dia 6 de fevereiro.

Também já existem casos de profissionais infectados no Brasil e, por isso, o Conselho Federal de Medicina (CFM) ressalta a necessidade de boas condições de trabalho e segurança para quem atua na área, “com acesso a exames, medicamentos, insumos, presença de equipe multidisciplinar e rede de apoio para encaminhamento de casos mais graves”.

A instituição também solicita em sua página na internet que o governo disponibilize às equipes de atendimento equipamentos de proteção individual (EPIs) e que adote medidas para observar a condição de saúde dos funcionários, evitando que grupos de maior risco fiquem expostos desnecessariamente.

E, claro, cada profissional deve seguir as recomendações de prevenção divulgadas em nota oficial pelo Conselho Federal de Enfermagem. São elas:

  1. Realizar higiene das mãos antes e depois do contato com pacientes, material suspeito ou com equipamentos de proteção individual (EPI).
  2. Evitar exposições desnecessárias entre pacientes, profissionais e visitantes dos serviços de saúde.
  3. Estimular a adesão e adotar medidas de controle apresentadas pelo Ministério da Saúde, Anvisa e Secretarias de Saúde.
  4. Notificar imediatamente casos suspeitos.
  5. Manter-se atualizado a respeito dos níveis de alerta por meio de fontes oficiais.
  6. Orientar e apoiar o uso, remoção e descarte adequado dos equipamentos de proteção individual, conforme recomendação da Anvisa.
  7. Realizar a limpeza e desinfecção de objetos e superfícies tocados com frequência por pacientes e equipes assistenciais.
Deixe sua opinião

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.