Bilhete

Menino que bateu em carro ao andar de bicicleta deixa pedido de desculpas e se oferece para pagar conserto

  • Por Lucian Haro
  • 23/09/2020 18:04
Bilhete foi deixado por Benício, de 7 anos, depois de ele e o pai não terem achado o dono do carro batido.
Bilhete foi deixado por Benício, de 7 anos, depois de ele e o pai não terem achado o dono do carro batido.| Foto: Reprodução/Twitter

Bastou uma foto nas redes sociais para que a história do pequeno Benício Esmanhoto Hoffmann, de 7 anos, viralizasse. Há duas semanas, ele bateu acidentalmente em um carro enquanto andava de bicicleta e a maneira como “solucionou” o problema foi o que chamou a atenção.

O pai do menino, Marcel Weiss Hoffmann, conta que estava junto quando tudo aconteceu. “Nós estávamos andando de bicicleta na rua de casa quando ele se desequilibrou e acabou esbarrando com o guidão em um carro que estava estacionado. Ao ver que o carro tinha ficado riscado, ele logo se sentiu culpado e quis parar a brincadeira para resolver a situação”, narra.

Marcel lembra que acalmou o filho e que os dois começaram, então, a procurar o dono do veículo. “Como não tinha ninguém na rua, eu mandei mensagem para alguns vizinhos perguntando se o carro era de algum deles, mas todos responderam que não”, afirma. Foi aí que o pai teve a ideia de deixar um bilhete explicando o que tinha acontecido e passar um telefone de contato para quando o dono aparecesse. Benício fez questão de escrever:

Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Enquanto o dono do carro não procurava a família, Benício não parava de pensar no acidente. “A primeira reação dele foi imaginar uma forma de pagar pelo conserto do carro. Ele pensou: eu bati, eu estraguei e tenho que reparar o dano. Cogitou até usar o dinheirinho que tem guardado para cobrir a despesa”, relata Marcel.

O pai confessa que ainda tenta entender porque o episódio gerou tanta repercussão, mas que se surpreendeu com a postura do filho. “Para mim, a gente não fez nada de extraordinário. Não vejo outra coisa que poderíamos ter feito. Agora, a reação dele de querer pagar foi o que mais me comoveu”, considera.

O bem vai e volta

E foi o próprio dono do carro arranhado, o psicólogo Marcelo Castilhos Martins, que compartilhou a história na internet. Ele usou o Twitter para postar uma foto do bilhete escrito por Benício com a legenda “Como ficar bravo com essa criança?”. O post já tem mais de 350 mil curtidas e 35 mil retweets.

“Eu postei porque achei a atitude dele muito fofa mesmo. Muitos pensariam em fugir e fingir que nada tinha acontecido, mas ele tentou consertar do jeito dele”, declara Marcelo ao Sempre Família. O vizinho diz que ficou tão impressionado com a atitude do menino que nem pensou em cobrar pelo reparo no veículo. “Ele é um 'mini adulto' pela consciência e responsabilidade que tem, mas com índole de criança”, avalia.

Deixe sua opinião

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.