Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Crédito: Bigstock.
Crédito: Bigstock.
Entretenimento

Viajar em época de crise é possível

Com planejamento e cortes de gastos, é possível (e importante) viajar com a família durante as férias de todos

Com a proximidade das férias num ano de crise, é possível manter os planos daquela sonhada viagem em família? Para o educador financeiro Pedro Braggio, as famílias não só podem, como devem viajar.  “A educação financeira não pode ser vista como um meio somente para cortar despesas, pelo contrário, o ideal é sempre buscarmos um equilíbrio em nossas finanças. Por esse motivo, temos sim de nos preocupar em reservar um valor no orçamento doméstico para o lazer”, conta Braggio.

Mas como planejar uma viagem mais econômica e que caiba no orçamento ou não gere muitas dívidas? A sugestão é pesquisar em sites e agências, conversar com amigos que já foram ao mesmo destino e se informar quais restaurantes, locais para compras e festas são baratos e de qualidade.

“É importante também que a viagem seja planejada com bastante antecedência para haver um tempo maior para pagamento e para aproveitar preços melhores. Viajar acompanhado de amigos, por exemplo, pode diminuir gastos com combustíveis, aluguel de carro e até com as refeições”, acrescenta Braggio, que explica que o cuidado deve ser em definir qual o padrão da viagem para que não haja discordância com seus companheiros de viagem.

Como viajar em época de férias escolares é sempre mais caro por causa da própria procura, siga as seguintes dicas para curtir o descanso sem se endividar:

  • Faça um cofrinho: pode ser o conhecido porquinho, um vidro grande ou até mesmo uma poupança. O importante é você ter um lugar para guardar uma boa quantia até chegar a viagem. Estipule um valor mensal e, caso não consiga cumprir num determinado mês, compense o valor no mês seguinte.
  • Para realizar o desejo da viagem, será necessário controlar algumas vontades como, por exemplo, comprar aquela roupa, sapato ou eletrônico, mesmo que estejam na promoção. Lembre-se sempre de sua causa.
  • Cortar gastos com alimentação fora de casa é sempre indicado, tanto pela economia quanto por sua saúde.
  • Conhece a lei do desapego? Pois bem, desapegue e venda aquilo que você não usa mais. Isso pode gerar um dinheiro para somar à sua poupança viagem.
  • Cuide também para que as saídas com familiares e amigos não comprometam seu orçamento. Estipule quantidade de saídas e também o valor que pretende gastar em cada uma. Assim, vai curtir e economizar ao mesmo tempo.

Envolvendo a família

Como a viagem é certamente algo que todos na casa querem fazer, nada melhor que trabalharem juntos para conquistá-la. Para isso, defina verbas para cada tipo de despesa como alimentação, presentes, passeios e, então, monitore, anote e controle esses valores para não ultrapassar o dinheiro estipulado.

“À medida que forem conseguindo juntar o dinheiro, vale também compartilhar com os membros da família. Assim eles vão se motivar e querer participar da economia para que a viagem aconteça”, indica Braggio, que ainda lista algumas ações para reduzir os custos nas férias:

  • Peça desconto, principalmente no pagamento à vista.
  • Encontre um local em que consiga se deslocar facilmente. “Muitas vezes não contamos com esse gasto, mas, se ele for diário, pode pesar no bolso.”
  • Na alimentação não queira conhecer os restaurantes mais refinados. Se fizer questão de ir a algum deles, escolha um dia da viagem e no restante opte por locais com preços mais acessíveis.
  • Sobre as lembrancinhas, faça antes de viajar a lista para quem quer ofertar algo. Estipule valor para as lembranças e leve esse dinheiro reservado. Procure comprar o máximo de coisas no mesmo lugar e peça desconto.
  • Antes da viagem, reveja tudo que pretende levar, principalmente acessórios como roupas de banho, chapéu, bolsa de praia etc. “Se precisar comprar algo, compre antes de ir. Normalmente esses itens são mais caros nos locais de turismo.”
  • Se tiver parentes ou amigos que moram no local para onde você quer viajar, se hospedar na casa deles é uma boa opção. Mesmo que você ajude nas despesas, economizará com hotel, pousada etc.
  • Na cidade, procure programações culturais gratuitas.
  • Se souber cozinhar, faça alguns pratos e economize com alimentação fora de casa.
  • Outra dica é sacar o dinheiro que irá levar na viagem, assim vai equilibrando o valor por pessoa e por passeio, sem exceder os gastos.
Leia também