Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Crédito: Bigstock.
Crédito: Bigstock.
Saúde

Tênis, um esporte bom para toda a família

Além de não ter restrição de sexo e idade, praticar tênis melhora o sistema cardiovascular e fortalece braços e pernas

Ele pode ser praticado em qualquer idade e é uma diversão reunir amigos e familiares para uma partida. Estamos falando do tênis, um esporte que consegue reunir pessoas de idades e níveis diferentes para partidas descontraídas e cheias de diversão. O coordenador de tênis do Clube Curitibano Roland Santos conta que dos 4 a 5 anos as crianças já podem fazer o pré-tênis com atividades lúdicas em um ambiente favorável para começar a identificação com a modalidade. E a prática pode ir até os 80 anos ou mais! “A grande maravilha é que a idade não interfere com as várias possibilidades de adversários. O que realmente importa é o seu nível de jogo. Podemos ter crianças jogando contra adultos em competições por classes”, conta Santos.

Além de não ter restrição de sexo e idade, praticar tênis melhora o sistema cardiovascular e fortalece braços e pernas. Ao se envolver em algumas competições ele acaba por estimular outras atividades físicas para a melhora do desempenho. Socialmente, o tênis reúne pessoas nos clubes em torneios e ações sociais, clinicas de tênis, ranking internos, jogos amistosos entre clubes com grandes confraternizações estimulando a integração e os relacionamentos.

Como começar

Para praticar o esporte é importante procurar um profissional da área para marcar umas aulas e começar da maneira certa. “Isso trará maior rendimento e prevenção da saúde física. Esse profissional também poderá orientar sobre os melhores equipamentos, como raquete, calçado, short com bolso, camisas que absorvam bem o suor e bolas”, informa Santos, que rebate o senso comum de que o tênis é um esporte caro e inacessível. “Se falamos do tênis praticado socialmente, ele não é um esporte caro. Temos várias opções de escolha para aprender a jogar em academias e, após aprender o básico, há quadras públicas ou vários clubes bem acessíveis para a prática”, completa.

E aí? Pronto para começar?

 

Leia também