Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook
Virtudes e Valores

Professor cria um cumprimento diferente para cada aluno e faz sucesso na internet

Barry White Jr., cujo vídeo está viralizando nas redes sociais, inventou um jeito de valorizar cada um de seus estudantes de forma única

O professor norte-americano Barry White Jr. é uma sensação entre seus alunos – e agora, também nas redes sociais. Todo dia, as crianças da 5ª série que têm aulas de inglês com White fazem uma fila para receber um cumprimento personalizado do professor – ele tem um cumprimento diferente para cada aluno.

White, que dá aulas na Ashley Park PreK-8 School, em Charlotte, na Carolina do Norte, conta que teve a ideia de formar a fila no ano passado, quando uma aluna da quarta série começou a chegar atrasada às aulas de outro professor para não perder seu aperto de mãos especial ao chegar à escola.

“Era tão poderoso. Era tão simples, então decidi: quer saber? Vou trazer esse sentimento para todos os meus alunos da quinta série. A todos os sessenta ou mais. Tem sido incrível este ano ser capaz de impactá-los e os relacionamentos têm sido demais!”, diz White.

“Muitos dos nossos alunos vêm de uma situação familiar que não é a ideal”, conta ele. “Então, quando eles vêm para escola, quero que aqui seja o seu santuário”. Ele começou a fazer cumprimentos personalizados com alguns alunos no recreio. “Isso se tornou contagioso”, conta White. “Eu vi o quanto isso importava para eles e então disse: ‘Venham! Venham todos!’ Primeiro foi toda a minha turma, depois alunos de outras turmas. Agora até crianças da terceira série também querem.”

“Isso traz entusiasmo para eles e os prepara para uma aula eletrizante”, diz o professor, que se inspirou em seu jogador de basquete favorito, LeBron James, que faz a mesma coisa com seus colegas do time Cleveland Cavaliers.

Como ele faz para memorizar tudo isso? White explica que não é difícil se lembrar porque os movimentos se tornaram naturais para ele. “Agora já é memória muscular”.

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também