Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Virtudes e Valores

O que fazer quando alguém grita com você?

A pior reação possível é devolver na mesma moeda. As coisas só pioram quando respondemos a um grito com outro.

Gritar é um recurso usado com muito mais frequência do que gostaríamos. Seja por falta de controle ou para coagir alguém a executar determinada ação, o fato é que os gritos revelam instabilidade emocional e prejudicam muito as pessoas que convivem com essa atitude, sobretudo as crianças. Já falamos aqui sobre o que fazer se você quer deixar esse hábito para trás. Mas o que fazer quando gritam com você?

A pior reação possível é devolver na mesma moeda. As coisas só pioram quando respondemos a um grito com outro. Confira essas dicas para diminuir a tensão e lidar com esse tipo de situação, seja com seu chefe, seu cônjuge, um colega ou qualquer outra pessoa:

 

  1. Mantenha a calma

Lembre-se sempre de que, quando uma pessoa está gritando, não é você que tem um problema – é ela. Como essas pessoas têm poucas habilidades de enfrentamento, seu motivo para gritar provavelmente não tem nada a ver com você pessoalmente. Então, mesmo se você estiver fervendo por dentro, não reaja impulsivamente. Nada vai ser resolvido com novos gritos. Seja parte da solução e não do problema, mantendo a calma e usando um tom de voz calmo.

 

  1. Avalie a situação

Antes de tomar qualquer atitude na situação, pause mentalmente para avaliar as coisas. Isso permitirá que você descubra se vale a pena aguardar o chilique acabar ou se é melhor abandonar a situação. Se você conhece quem está gritando com você e sabe que não irá ofendê-lo caso se afaste, então vá embora. Você não precisa se submeter aos abusos de ninguém. Se se afastar for custar seu emprego, aguarde e procure uma forma de resolver esse problema mais tarde.

 

  1. Não concorde com a pessoa só para acalmá-la

Se a pessoa que grita ver que você está concordando com ela, ela vai entender que gritar funciona e será encorajada a gritar sempre que precisar de algo. Não responda com gritos, mas ao mesmo tempo deixe claro, com serenidade e educação, que você não tolera ser tratado desse jeito. Algumas pessoas estão tão acostumadas a isso que nem sequer percebem que estão gritando. A pessoa que grita precisa entender, nem que seja pouco a pouco, que ela não tem o direito de agir assim com ninguém – e que gritar não vai funcionar.

 

  1. Peça um tempo

Não responda imediatamente ao assunto colocado em questão. Peça uma pausa à pessoa e diga que responde mais tarde. Isso é importante tanto para você se aclamar quanto para evitar entrar na lógica do grito. Mas atenção: quando você pedir uma pausa, deve ser mais uma declaração do que uma pergunta, especialmente se não é o seu chefe. E você é quem diz de quando tempo precisa – alguns minutos, algumas horas, alguns dias.

 

  1. Continue o assunto sob condições tranquilas

Dê um tempo para ambos se acalmarem e depois procure a pessoa para conversar sobre o assunto em questão. Se você pediu um tempo para que a pessoa saiba que o grito não é aceitável, a probabilidade de ela gritar com você agora é bem menor. Por isso, se ela quiser continuar o assunto, vai precisar manter a calma para discuti-lo com você. Você não só está mostrando a essa pessoa que não tolerará abuso emocional, mas também está ajudando ela a ver que seu comportamento não é aceitável. Se a pessoa continuar gritando, talvez seja hora de puxar uma cadeira e conversar sobre isso. Diga à pessoa como isso te afeta e como prejudica a relação de vocês.

 

Com informações de Aleteia

 

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também