Sempre Família - Porque cuidar é fundamentalAtivo 1

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
blog3
perfil
Angélica Favretto

Mil Novecentos e Bolinha

Um blog nostálgico

Rouge vai relançar seus quatro álbuns! Relembre a história da banda

Grupo nasceu em 2002 e seu primeiro cd vendeu 2 milhões de cópias; a culpa disso tudo foi a música Ragatanga.

Divulgação
Divulgação

Há algumas semanas o nome Rouge voltou a aparecer na nossa vida. É que as meninas do grupo formado no início dos anos 2000, no SBT, voltaram a se apresentar depois de 12 anos do encerramento das atividades. E o retorno foi em grande estilo! A procura pelos shows foi tanta, que elas precisaram estender a turnê. 😀 E se você era (ou ainda é fã) fique bem feliz: as meninas assinaram um contrato com a Sony Music e irá relançar os seus quatro álbuns, nesta sexta-feira (1), em plataformas de música digital. Vai dar para sair por aí dirigindo e cantando Ragatanga, toda empolgada! \o/

Ok. Novidade é bom e todo mundo gosta, mas esse é um blog nostálgico. Então que tal relembrar um pouco da história do grupo Rouge?

Como já comentei ali em cima, a banda nasceu por meio de um programa do SBT. O Silvio Santos adquiriu, em 2002, os direitos de transmissão de um programa neozelandês chamado Popstars. Parece que de início ele seria feito para que meninas com idade a partir de 16 anos pudessem participar, mas por não serem maiores de idade, havia maior burocracia e então foi melhor restringir a idade mínima para 18 anos.

Popstars_BrasilO Popstars passava à tarde e tinha como objetivo principal achar garotas para formar uma banda que teria um contrato com a Sony Music. Esse contrato contemplava a gravação de quatro álbuns e apresentações em turnês. E foi uma enxurrada de inscrições! Nos primeiros dias chegaram cerca de 150 mil inscrições. Mas nas audições compareceram 6 mil meninas.

Depois de várias audições e apresentações de outros talentos foram escolhidas as cinco integrantes: Aline, Fantine, Karin, Luciana e Li.  O cd de lançamento foi um grande sucesso, vendendo algo em torno de 2 milhões de cópias. Era nele que a tal Ragatanga estava. E eu aposto que você se empenhou muito para conseguir cantar aquele refrão estranho (e que foi demonizado por muita gente, dizendo ser mensagem subliminar e até magia negra) e ainda aprender os passinhos da dança. Aliás, aqui vai um parenteses sobre de onde saiu a tal Ragatanga. A teoria é do usuário do Twitter @Kueaff

(abre parenteses): Começamos pelo fato de que ela é uma versão da música Aserejé, do trio Las Ketchup. As duas músicas foram lançadas em 2002 e todo mundo ficou cantando isso na adolescência sem entender o que dizia. (daí a teoria de que era invocação de algum demônio ou outra coisa oculta). Só que em setembro desse ano o @Kueaff resolveu explicar o que dizia o tal refrão, para ajudar a turma que mesmo 10 anos depois ainda estava perdida nessa empreitada. Olha só o que ele disse:

A letra começa:“Olha lá quem vem virando a esquina! / vem Diego com toda a alegria, festejando“. Ok. O rapaz chamado Diego é o personagem principal. “Com a lua em seus olhos, roupa de água marinha“, isso significa que o rapaz tinha usado algum tipo de entorpecente estava sem controle. “E com magia e pura alma / ele chega com a dança / possuído pelo ritmo ‘ragatanga’”, aqui mostra que o Diego chegou em uma festa e ele ainda é amigo do DJ, como mostra o verso seguinte: “E o DJ que já conhece/ toca o som da meia-noite para Diego, a canção mais desejada“, e o amigo DJ toca a música que o Diego mais gosta! Mas que raio de música é essa?  

Ela se chama Rapper’s Delight, do trio americano Sugarhill Gang e é de 1980. A letra começa assim: “I said a hip hop / hippie to the hippie / the hip, hip a hop, and you don’t stop, a rock it out / bubba to the bang bang boogie, boodie to the boogie / to the rhythm of the boogie the beat“. Não te lembra o refrão de Ragatanga/Aserejé? Olha aí a tal:

E o motivo pelo qual a letra é cantada de um jeito tão estranho, é que o Diego tava sob efeito de algum tipo de entorpecente, segundo o @Kueaff. Boa teoria, não é? (fecha parenteses).

Ah! Não posso deixar de colocar aqui a Ragatanga:

Bom. O fim da banda lá em 2005 foi um negócio bem estranho que ninguém explicou direito. Só sei que uma hora a Luciana resolveu parar. Ela parou e o barquinho Rouge atracou. Confesso que eu não lembro de ter ouvido sobre elas por muito tempo, até 2012 quando disseram que estavam querendo voltar, mas sem a Luciana, acho. Não lembro de ter vingado esse plano. Aí depois ouvi falar da Fantine, que se apresentou no The Voice Holanda e fim.

Mas, agora elas voltaram mesmo! E você poderá ouvir os cds que serão relançados amanhã! 😀

 

 

 

Por

Comentários

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Leia também