Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
blog3
perfil
Angélica Favretto

Mil Novecentos e Bolinha

Um blog nostálgico

Em Nome do Amor: relembre um dos sucessos do SBT, neste Valentine’s Day

A nostalgia deste post está no programa e não no fato de você já estar há algum tempo sem comemorar o Dia dos Namorados, seja ele no dia 14 de fevereiro ou em 12 de junho. HAHAHAH!

Materia-Foto-Silvio-Santos2

É DIA DOS NAMORADOS, MEU POVO! Pelo menos nos Estados Unidos e em alguns países da Europa. É que conta a história, que um padre chamado Valentim lutou em 498 d.C, contra um decreto do imperador Claudio II, que proibia os jovens de se casarem durante as guerras. Para o imperador o casamento atrapalhava os homens em combate, veja só. Por sua rebeldia e insistência em continuar celebrando casamentos, o tal Valentim foi condenado à morte. Enquanto esperava o seu fim, em uma cela, muito jovens apaixonados enviavam bilhetes o encorajando e dizendo a ele que ainda acreditavam no amor. Além disso, o Valentim se apaixonou pela filha de um dos carcereiros. A moça era cega e, dizem, o padre milagrosamente foi um instrumento para a cura da amada. O problema é que nem o milagre e nem a força dada pelos românticos da época, aliviou a pena do padre e ele morreu em 14 de fevereiro. Mas, antes, deixou para a moça por quem se apaixonou um bilhete de despedida, em que assinava “Your Valentine” (seu Valentim), frase que é usada até hoje nos cartões de Dia dos Namorados nos países que comemoram o Valentine’s Day.

Bom. Aqui você já sabe, né?! O Dia dos Namorados é igual Dia das Crianças, e só acontece na data em que acontece, por uma mera questão econômica: movimentar dinheiro em uma época em que não tinha nada para se comemorar e gastar. HAHAHA!

Aí você se pergunta: “O que é que essa guria tá falando de Dia dos Namorados? Em que isso é nostálgico?” E eu respondo: “Dependendo do tempo que você está solteiro, sim, esse é um post nostálgico”. HAHAHA! Brincadeira! HAHAHA! 😀 😀 😀

O fato é que dia desses, conversando com umas amigas, caímos no assunto de um certo programa apresentado pelo Silvio Santos entre 1994 e 2000 e que casa certinho com essa atmosfera de romantismo: o EM NOME DO AMOR! Olha que abertura mais bonitinha:

O programa, como muitos que o SBT produz, foi inspirado em uma atração em espanhol: o LO QUE NECESSITAS ÉS AMOR, da Antena 3. Dá uma olhada na abertura e veja as semelhanças:

A versão brasileira feita pelo Silvio Santos era transmitida no domingo à noite, e juntou duas outras atrações da grade do SBT: o “Perdoa-me” e o “Quer Namorar Comigo”. Por isso, uma parte do programa era dedicada a alguns quadros como o “Surpresa de Amor”, “Encontro” e “História de Amor”, onde a reconciliação e até reencontro de alguns casais que mandavam cartas ao programa, acontecia. Ah! E tinha entrevista com alguns cantores também, tipo Roberto Carlos e Thalia, que estava no auge da carreira como cantora e atriz, na época. Mas o ápice da noite era sem dúvida alguma o bailinho. Isso mesmo, amiguinho, BAILINHO! Era demais e por isso ele ganha um parágrafo exclusivo nesse post. Confere aí.

O BAILINHO era o momento em que o Silvio chamava os solteiros ao palco. Homens de um lado e mulheres de outro, para manter a ordem, e começava a paquera, que era feita por meio de binóculos. Lembra? Aí de repente, Silvio Santos avisava que era a hora do baile, e então os homens iam até as mulheres por quem haviam se encantado, e as tiravam para dançar. Tudo isso ao som de Julio Iglesias. NÃO É UM SONHO? HAHAH! JÚLIO IGLESIAS! Fim de baile, o apresentador entrevistava os casais que podiam se conhecer melhor e aí vinha a tão esperada pergunta: É NAMORO OU AMIZADE? Aí, se tudo desse certo, o casal recém formado ganhava um buquê de rosas e um jantar, e se não dava, o casal se separava e ia para a repescagem. Ai..repescagem é demais! Ah! E a plateia opinava levantando plaquinhas de coração, quando achavam que o casal ia namorar.

Dá uma olhada em um bailinho (desculpa a qualidade da imagem):

E nessa repescagem:

Então, para você que comemora hoje o Valetine’s Day e em junho o Dia dos Namorados brasileiro, aproveite!

Ah! E aproveite também para aprender a musiquinha da abertura:

“Quando a solidão aperta, chega o tempo de recomeçar.
Sempre existe o perdão e uma nova razão para sonhar!

O que você precisa é amor!

Tudo é lindo em nome do amor!
Todo mundo necessita amor!
Vem com a gente, em nome do amor!”

Por

Comentários

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Leia também