Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Crédito: Facebook/Nicole Sedgebeer
Crédito: Facebook/Nicole Sedgebeer
Virtudes e Valores

Mendigo ajuda jovem que passaria a noite na estação de trem e viraliza na internet

Em Londres, Nicole Sedgebeer perdeu o último trem para sua cidade, mas foi levada a um lugar seguro por sem-teto que a viu chorar

Viralizou nesta semana uma comovente história de solidariedade, envolvendo uma mulher inglesa que perdeu o último trem da noite e um mendigo. Depois de passar o dia em Londres, Nicole Sedgebeer não conseguiu chegar a tempo de embarcar para Milton Keynes, cidade próxima à capital, onde fica sua casa, ficando desabrigada até a manhã seguinte, quando haveria o próximo trem.

Ela contou no Facebook que quando começou a chorar encontrou Mark, um mendigo que estava na estação. Ele disse a ela que era perigoso passar a noite ali, sozinha, e se propôs a levá-la até um café que ficava aberto durante toda a noite. Mark não apenas encontrou um lugar seguro para Nicole, como a acompanhou até a estação na manhã seguinte.

“Esse homem, que eu sequer olharia nos olhos se me pedisse uns trocados, transformou completamente um evento muito negativo no acontecimento que mais me abriu os olhos em toda a minha vida”, ela escreveu.

Nicole diz ainda que perguntou a Mark por que ele fez aquilo, e a resposta foi: “É dever de um pai manter a filha de outro homem segura”. Eles tiraram uma foto juntos, que foi a primeira selfie de Mark.

Depois do ocorrido, Nicole iniciou uma campanha de crownfunding para arrecadar mil libras para o sem-teto e ajudar a tirá-lo das ruas.

post da nicole

Leia uma tradução do post completo de Nicole:

Eu espero que essa história faça as pessoas pensarem duas vezes quando virem um morador de rua. Na noite passada perdi o meu último trem para casa e quando finalmente cheguei a Euston para esperar até de manhã, a estação estava fechada. Assim que eu desatei a chorar, conheci meu amigo sem-teto Mark. Ele disse que me levaria a um café que ficava aberto e que era muito perigoso andar sozinha. Ele me deixou no café depois de um café e uma conversa e explicou que tinha que ir buscar o seu saco de dormir, mas que estaria de volta às 5h para me acompanhar até a estação (e eu, sendo um típico ser humano, não acreditei que ele voltaria). Passou um pouco das 5h e ele não apareceu. Assim que eu virei a esquina, vi meu amigo sem-teto Mark correndo em minha direção. Ele não só apareceu como teve que pegar um ônibus para vir me buscar. Esse homem que eu sequer olharia nos olhos se me pedisse uns trocados transformou completamente um evento muito negativo no acontecimento que mais me abriu os olhos em toda a minha vida. Mark, você é um homem especial, eu nunca mais vou virar a cara para um morador de rua outra vez. Essa foi também a sua primeira selfie!

 

 

Com informações de Mashable.

Colaborou: Felipe Koller

2 Comentários
Leia também