Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Crédito: Fermont Fotografie
Crédito: Fermont Fotografie
Defesa da Vida

Fotógrafa faz imagens de como bebês cabem no ventre de suas mães

Além de fazer fotos nas tradicionais poses de pais segurando seus recém-nascidos pela primeira vez, ela também fotografa os bebês na pose em que estavam no útero

A fotógrafa holandesa Marry Fermont faz um trabalho diferenciado quando vai fotografar pais com seus bebês. Além de fazer fotos nas tradicionais poses de pais segurando seus recém-nascidos pela primeira vez, ela também fotografa os bebês na pose em que estavam no útero.

“Quando eu fotografei um parto pela primeira vez, o obstetra mostrou aos pais como o bebê estava posicionado no útero”, contou Fermont ao The Huffington Post, comentando que tanto ela quanto os pais adoraram ver aquilo. “Você vê o bebê saindo, mas uma vez que ele está fora da barriga da mãe, é tão difícil imaginar que eles estavam ali dentro. Essas fotos dão uma ideia de como é que eles cabem ali.”

Tendo presenciado mais de cem nascimentos, a fotógrafa diz que geralmente pede ao médico que posicione o bebê dessa forma. Às vezes, o pai também segura o bebê nessa pose. Quando Fremont deu à luz seu primeiro filho, em julho, pediu ao seu fotógrafo que capturasse a mesma pose.

“Agora que eu também sou mãe, isso me fez perceber ainda mais a importância da fotografia”, disse ao jornal. “Não apenas para recordar um dos momentos mais especiais da sua vida, mas também para ajudar a processar o nascimento e tudo o que aconteceu.”

Ela disse ainda que espera que os fãs de seu trabalho tenham uma outra visão da gravidez e do nascimento. “Eu espero que vejam que um bebê é como um milagre; que vejam como uma nova vida humana pode se desenvolver dentro do corpo de uma mulher. É uma criação perfeita.”

55f1d9bf1700009a01569dfc

 

55f1d9c22c00003600aaf6cb

 

55f1d9c014000077002e5561

 

55f1d9c014000077002e5563

 

55f1d9c114000077002e5565

Com informações de Huffington Post

Colaborou: Felipe Koller.

Leia também