Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Educação dos filhos, Tecnologia

Filhos sentem-se desprezados com o uso exagerado do celular pelos pais

Pesquisa revela que a maioria dos pais confessa que usa demais o aparelho em casa, e sentem-se culpados por isso.

Uma pesquisa realizada pela AVG, empresa especializada em segurança online, revelou que 42% das crianças ouvidas sentem que seus pais passam mais tempo usando celulares do que com eles. Mais da metade das crianças respondeu que seus pais “checam demais o smartphone” (54%).

Dentre uma lista de opções de possíveis hábitos ruins, o maior problema levantado pelas crianças em relação a seus pais foi que eles se distraem usando o celular enquanto conversam com eles – algo que faz com que um terço dos ouvidos se sinta desprezado (32%).

“A presença ausente gera perda de conexão com as pessoas. O baixo aproveitamento do pouco tempo que os pais e os filhos possuem juntos reduz a possibilidade de ensinar ao jovem coisas extremamente importantes como, por exemplo, fazer boas escolhas e viver com segurança fora do ambiente familiar”, diz a coach Mara Pessanha. Para ela, a conexão afetada com os filhos é o pior aspecto dessa situação.

No Brasil, 71% dos pais acredita checar demais seu smartphone, e 87% dos filhos concordam com o fato de que eles exageram na quantidade de vezes que olham os aparelhos.  Outros dados também são alarmantes: 65% dos pais se distraem enquanto conversam com os filhos; 48% usam o celular durante o jantar e 29% fazem isso enquanto brincam com os filhos.

Mara recomenda que os pais expliquem aos filhos suas razões sempre que o uso do celular em casa se faz necessário. “Pais devem estar presentes e ter a consciência de que é possível separar as coisas. Caso estejam aguardando uma ligação ou e-mail importante, os filhos podem saber com antecedência. Isso evitará a sensação de que são menos importantes naquele momento”.

Leia também