Conhecendo o mundo

Como ajudar a desenvolver o senso crítico do seu filho

Mostrar para as crianças as diferenças que existem no mundo e proporcionar experiências concretas ampliam horizontes e fortalecem a capacidade de diálogo

  • PorEquipe Sempre Família
  • 05/01/2020 08:50
Mostrar para as crianças as diferenças que existem no mundo e proporcionar experiências concretas ampliam horizontes e fortalecem a capacidade de diálogo.
Mostrar as diferenças no mundo ajuda a desenvolver o senso crítico das crianças.| Foto: Annie Spratt/Unsplash

Em um mundo onde nossos filhos estão cada vez mais cercados de informações – ou desinformações -, notícias, propagandas e opiniões, ajudá-los a desenvolver o senso crítico nunca foi tão importante.

E não há maneira melhor de fazer isso do que proporcionar e viver junto com ele experiências que lhe farão conhecer as diferentes realidades, culturas e pessoas ao redor do mundo.

Confira algumas dicas que podem te ajudar, de forma bem prática, a desenvolver e fortalecer o senso crítico do seu filho:

  1. Mostre ao seu filho o poder do voluntariado
    Nunca é cedo demais para começar um trabalho voluntário, mesmo que a única coisa que seu filho possa fazer é sorrir para alguém que precisa de atenção. Não deixe que o seu filho pense que o voluntariado é apenas algo que ele deve fazer para cumprir horas complementares na faculdade. Ensine-o, com o seu exemplo, que é sempre importante ajudar as pessoas que mais precisam.
  2. Exponha o seu filho a pessoas de todas as esferas da vida
    Se o seu filho só costuma estar em meio a grupos homogêneos, não será possível que ele desenvolva uma consciência da variedade de culturas, de status socioeconômicos e de raças que contribuem para que o mundo funcione. Tire o seu filho da zona de conforto até que ele sinta que pode conversar com qualquer tipo de pessoa.
  3. Viaje com o seu filho sempre que puder
    Isso não significa levá-lo para a Disney todo ano: significa que você deveria viajar tanto quanto possível para uma grande variedade de cidades, estados ou mesmo países – se a carteira permitir. Deixe que o seu filho veja que há muitos tipos diferentes de pessoas no mundo: elas podem parecer diferentes e falar uma língua estranha, mas no coração não são diferentes.
  4. Ensine seu filho a ser grato por tudo que tem
    Que tal pedir para ele fazer uma lista de coisas pelas quais agradece todas as semanas? Isso o ajudará a refletir sobre todas as coisas pelas quais ele é grato – uma família amável, alimento, moradia – e sobre as coisas que muitas pessoas no mundo não têm.
  5. Mantenha o seu filho por dentro das notícias
    É claro que alguns temas não são adequados para uma criança pequena, mas é importante fazer com que se torne um hábito estar por dentro das notícias. Assim, o seu filho vai desenvolver desde cedo um bom conhecimento dos principais assuntos nacionais e internacionais. Explique cada notícia, pergunte a ele o que está errado em uma notícia ruim e por quê e ajude-o a refletir sobre o que seria o certo em cada situação.
  6. Apresente outros países ao seu filho
    Mesmo que não seja possível viajar, é muito bom ter um mapa-múndi e alguns livros sobre outros países desde pequenos. No começo, você pode simplesmente brincar com ele, ajudando-o a decorar capitais e bandeiras. Mais tarde, você pode falar sobre a relação entre os países e a importância do respeito entre as nações. Valorizar os outros países fará com que ele não pense que o seu país é o centro do universo e isso o influenciará a ter uma visão mais justa.
  7. Leia livros de não-ficção para o seu filho
    Ler para o seu filho é essencial para desenvolver a sua linguagem, o seu pensamento e a sua leitura, mas depois de certa idade você não precisa ler apenas ficção. Há muitas boas lições nos contos de fada, mas você pode escolher também um livro leve sobre algum país, sobre animais ou sobre algum personagem histórico.
Deixe sua opinião

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.