Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock
Bigstock
Casamento e Compromisso

Como lidar com a expectativa sobre casamento durante o noivado

Conversar sobre os sonhos e expectativas de cada um aproxima o casal da realidade evitando futuras frustações

Diferente do que se vê nos filmes de romance, para a maioria dos casais, o início da vida de casados é marcado pelas dificuldades próprias de um período de total adaptação. E boa parte deles são absolutamente naturais, coisas que a própria convivência vai acomodar com o tempo. Porém, algumas desavenças podem ser evitadas se o casal aprender a lidar com as expectativas que são criadas antes de morarem sob o mesmo teto.

É certo que cada um traz para o relacionamento seus sonhos, suas maneiras de ver a vida e, principalmente, as referências que teve dentro de casa. Segundo a psicóloga Juliana Pimenta, criar expectativas faz parte da vida e demonstra o envolvimento que temos com as diversas situações que vivemos.

Enquanto esperam pelo grande dia, é muito natural que algumas questões cerquem os noivos: “Vamos conseguir manter a nossa casa? Será que meu parceiro é bagunceiro? Continuará tudo igual? Será que vamos enjoar um do outro? E na hora da discussão, o que faremos?” Para a psicóloga, o segredo está em estar disponível e disposto a continuar conhecendo a pessoa que escolheu para passar o resto da vida, para que essas questões tragam cada vez menos preocupações.

Encarar a realidade através diálogo

Essa disposição em conhecer o outro precisa levar em consideração também as claras diferenças que homem e mulher trazem em si, e que vão desde pensamentos, sentimentos, reações, até a forma de viver essa expectativa no tempo de noivado. “Em um primeiro momento, ao alimentar expectativas diferentes, um casal pode se deparar com uma realidade menos atraente, e acabar dando espaço para o desânimo, a dúvida e principalmente a frustração”, afirma Juliana. Por isso, é fundamental que no tempo de preparação para o casamento, os futuros esposos procurem descobrir, encarar e lidar com a realidade. E isso só é possível através do diálogo.

A missionária Dhyne Eliz do Paraizo está casada há poucos meses e conta que hoje, muitas coisas que ela e seu marido vivem na rotina do casamento, por exemplo, foram decididas ainda no noivado. “Eu e meu marido conversamos muito sobre o que pensávamos e queríamos para o casamento. Sobre filhos, tarefas dentro de casa, conversamos sobre tudo”, conta Dhyne. “Muitas vezes discordamos um do outro, mas entramos em comum acordo porque foi tudo conversado antes”.

Uma boa dica para criar essa cultura do diálogo entre o casal – já no tempo do noivado – é passar um tempo refletindo juntos sobre o quão importante é a decisão de dividir a vida com alguém e quais são os costumes que vocês fazem questão de acrescentar futuramente na rotina enquanto casados.

“Nossa escolha foi ficarmos juntos para sempre, então se não houver esse diálogo no noivado, fica mais difícil no casamento. Por isso, fizemos questão de viver muito bem esse tempo”, explica a missionária. “Hoje nós fazemos tudo o que nós projetamos no tempo do noivado, nossas orações diárias, atividades físicas, tarefas domésticas…”, afirma. Sonhos, anseios, dificuldades, quanto mais tudo isso for partilhado, menos espaço terá para a frustração.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também