Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Foto: Bigstock
Foto: Bigstock
Educação dos filhos

Como fazer seu filho importar-se com os outros

Nada vale mais a pena do que colocar no mundo pessoas com um coração bom.

Se há uma preocupação central que os pais devem ter na educação dos filhos, é buscar formar crianças e jovens que não são indiferentes ao sofrimentos dos outros e que sempre estejam prontos para ajudar. É uma tarefa enorme, mas nada vale mais a pena do que colocar no mundo pessoas com um coração bom. Se você é pai, mãe ou educador, confira essas dicas do professor e psicólogo Rick Weissbourd, autor do livro The Parents We Mean to Be (“Os pais que queremos ser”, em tradução livre):

Palavras

Policie as próprias ações e palavras para não passar aos pequenos a ideia de que só se deve buscar a autossatisfação. Há uma porção de frases usadas pelos pais no dia-a-dia que podem dar a entender, mesmo sem querer, que não é necessário se preocupar com os outros, como “isso não é problema meu”. Isso leva a criança a ter uma visão equivocada sobre o que realmente é importante.

10 medidas para os pais não caírem em contradição na frente dos filhos

Exemplo

As crianças precisam de bons modelos para aprender valores morais e éticos. Um pai e uma mãe que mostram interesse pelo bem-estar de toda família, que tratam todos com respeito e tentam agir sempre de forma amável ensinam com o exemplo como se portar bem.

Ser gentil

Ser gentil não é uma mera etiqueta. Agir com gentileza é uma forma prática de deixar um pouco os interesses pessoais de lado para pensar em quem está perto de nós. Ensine seus filhos, por exemplo, a importância de ceder o lugar no ônibus a quem precisa, a sorrir e dizer bom dia às pessoas que encontra e a agradecer ao receber algo.

Ajudar

Gestos solidários devem ser valorizados. Uma forma simples de estimular gestos de ajuda é incentivar a criança a ensinar um colega com dificuldade em aprender a lição. Eles podem se acostumar também a levar as sacolas de compras, auxiliar nas tarefas domésticas, limpar o jardim, etc. Esses pequenos hábitos contribuem para o desenvolvimento de um caráter solidário.

7 dicas parar criar filhos corajosos

Proteger

Ensine à criança que os seres mais frágeis e vulneráveis precisam de mais proteção e cuidado. Um irmão mais novo, uma criança recém-chegada na escola e que não conhece ninguém, uma vovó de idade avançada precisam ser vistos pelo pequeno como pessoas a serem protegidas, e não como motivo de chacota. O respeito às diferenças também entra aqui. Ensine à criança que as pessoas, por mais diferentes que sejam, precisam ser tratadas com o mesmo respeito.

Autocontrole

É natural que a criança apresente explosões de sentimentos destrutivos como raiva, inveja ou vergonha. Tente ensinar a ela a reconhecer esses sentimentos e como lidar com eles. Faça-a adotar algumas orientações práticas como respirar fundo e contar até 10 quando começar a senti-los. Isso vai ajudá-la a trabalhar as próprias emoções e lidar de forma mais madura com situações do dia-a-dia.

Converse

Uma forma de poder ensinar às crianças valores morais é apresentar aos pequenos dilemas éticos simples para que eles se posicionem e justifiquem suas respostas. A vivência das virtudes passa pela compreensão daquilo que defendem.

Empatia

Tente ajudar o pequeno a desenvolver a capacidade de empatia, ou seja, se colocar-se no lugar dos outros. Livros infantis, filmes e desenhos animados podem ser usados para isso. Tente fazer a criança se colocar no lugar do personagem para que ela possa entender melhor as ações dele.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga o perfil do Sempre Família no Twitter.

Leia também