Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook
Casamento e Compromisso

Como este homem superou 17 anos de vício secreto em pornografia e recuperou o casamento

Por muito tempo, ele conseguiu esconder seus hábitos de todos que amava, mas o problema chegou a níveis graves e veio à tona

O pastor Greg Oliver dirige com a sua esposa Stacey um ministério que procura ajudar as pessoas a superar o vício em pornografia e seus efeitos devastadores. A origem desse trabalho, que se iniciou em março de 2018, está na experiência do próprio Oliver, que em 2009 perdeu o seu emprego depois que seus 17 anos de vício em sexo e pornografia foram expostos ao público.

Membro da Shades Mountain Baptist Church, no Alabama, Oliver conta que antes da exposição achava que conseguiria gerir seus maus hábitos e mantê-los longe de seu trabalho. “Havia a parte que todos viam, o pastor e músico, que guiava a banda, guiava a igreja no culto, e havia essa parte de mim que ninguém, nem minha esposa, conhecia”, diz. “Essa pessoa que esteve lutando com o pecado sexual e com o vício em pornografia por anos e progressivamente foi piorando”.

Greg e sua esposa Stacey (foto: reprodução/Facebook).
Greg e sua esposa Stacey (foto: reprodução/Facebook).

“Ingenuamente acreditei por muito tempo que a chave seria me esforçar mais, encontrar técnicas de fortalecimento da vontade, e que eu conseguiria sair disso sozinho. Mas nunca funcionou assim. A coisa só piorou. O que começou com o vício em pornografia em dado momento cruzou a linha e se tornou adultério físico”, relata.

“A pornografia ensina lições erradas sobre o sexo. Ela ensina que o sexo acontece sob demanda. Que ele deve acontecer no momento em que você quiser. Não preciso pensar na outra pessoa”, diz Oliver, que afirma que sua vida dupla afetou o relacionamento com sua esposa de uma maneira devastadora. De fato, quando soube da infidelidade do marido, Stacey sofreu de estresse pós-traumático.

“Começamos terapia imediatamente, o que foi ótimo. A psicóloga era muito boa em nos ajudar a entender o vício e isso me ajudou muito”, explica Stacey. “Ela indicou um grupo de homens para o meu marido ir. Não havia um grupo semelhante para mim, mas ela me pôs em contato com uma mulher, também esposa de um pastor, que passou pelas mesmas coisas”.

O acompanhamento terapêutico e a partilha em grupo fez toda a diferença para Oliver e a esposa. E são esses justamente os pilares em que se baseia o novo ministério que o casal iniciou, chamado Awaken Recovery, depois de um longo processo de restauração do seu relacionamento. “Às vezes ainda me pego pensando: por que eu tenho que trabalhar em um ministério como esse? É duro demais. É realmente uma coisa de obediência para mim. Deus me colocou nisso e não vou varrer isso para debaixo do tapete. Vou falar sobre isso”, conta Stacey.

 

Com informações de The Christian Post.

*****

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Leia também