Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Crédito: Bigstock
Crédito: Bigstock
Comportamento, Virtudes e Valores

Como a vida em família nos faz melhor

Os elementos essenciais da personalidade para alguém realmente ser feliz são construídos no lar

Pare e pense nas virtudes e habilidades sociais ou emocionais que possui. Certamente a maior parte delas não foi desenvolvida em cursos de aperfeiçoamento, treinamentos sofisticados ou com anos de estudo. Os elementos mais importantes de nossa personalidade que nos ajudam a ser pessoas melhores, moral e emocionalmente melhores são construídos em casa, nas conversas ao redor de uma mesa de jantar, no trabalho em equipe para fazer o almoço sair mais rápido ou brincando com os irmãos no quintal.

A família não é só o “núcleo básico da sociedade”, como até a ONU reconhece, ela também é o ambiente onde se aprende a ser gente, de um modo como não se aprende em nenhum outro. Gentileza, persistência, sacrifício, perdão, paciência etc. O pacote completo dos elementos que garantem uma vida realmente feliz é encontrado na segurança de uma família harmoniosa e estável, cujo alicerce é a boa relação entre os cônjuges.

O segredo

O segredo para fazer essa relação dar certo foi objeto de estudo de uma pesquisa norte-americana da década de 90 que ficou mundialmente famosa. Levou 30 anos para ficar pronta, foi liderada pelo psicólogo John Gottmann e centenas de casais participaram, sendo entrevistados em diferentes etapas da vida matrimonial. O que o resultado mostrou é, em grande parte, o que as famílias felizes chamam espontaneamente de bom senso.

Crédito: Bigstock
Crédito: Bigstock

É citada lá a disposição contínua em sacrificar-se pelo outro, desde as pequenas necessidades do dia a dia até as situações extremas; a generosidade, que escolhe ver o que há de melhor no outro, ao invés de enfatizar erros, embora não seja passiva diante de falhas graves; a vontade de recomeçar, após cada pedido de perdão; e a preocupação constante em fazer o outro sentir-se cuidado e amado.

Crianças que crescem vendo essas atitudes sendo tomadas mutuamente entre seu pai e sua mãe desenvolvem-se mais plenamente do que as que são privadas dessas condições. “O que as crianças precisam para crescer adequadamente é uma família estável, que garanta um ambiente de amor e compreensão. É desses ambientes que surgem os cidadãos responsáveis de que a sociedade precisa”, diz Ignacio Socías, diretor do The Family Watch, entidade consultiva da Organização das Nações Unidas (ONU) para temas de família.

A importância de famílias harmoniosas para a formação de pessoas que vivam melhor consigo mesmas e com as outras é reforçada pela educadora norte-americana Dara Feldman. “As virtudes aprendidas no lar fazem aquilo que há de melhor em nós florescer”, afirma Dara, para quem a formação do caráter depende em muito do quanto se promove a virtude nos ambientes em que vivemos.

Eles retribuem

E não são apenas o pai e a mãe comprometidos que contribuem muito para que o filho se torne uma pessoa melhor. A maturidade e a satisfação que os pequenos trazem à vida dos adultos é inegável, e até constatada. Foi isso o que uma pesquisa da Universidade de Glasgow, Reino Unido, mostrou em 2009. Cerca de 10 mil famílias foram entrevistadas e tiveram de responder qual era a coisa mais importante de suas vidas e que as tornava vida mais feliz. Entre os casais casados, a resposta foi quase unânime: os filhos.

 

Na família você aprende que:

Perdoar…

…é fundamental e esse gesto se baseia no compromisso comum de colocar os filhos, a família e o futuro de ambos acima das satisfações pessoais, ainda que custe engolir muito orgulho. Na vida familiar, não se aplica a justiça como uma sociedade civil a aplica. Entre marido, mulher, filhos e irmãos, os males têm de ser curados mergulhando-os em abundância de bem. Esse é o melhor sistema de reinserção social que a humanidade já inventou. Pelo menos para famílias.

Persistir…

…é útil para tirar crianças das fraldas, para aprender a andar de bicicleta, para passar no vestibular e para conquistar a pessoa por quem você se apaixonou. Essa mesma vontade treinada desde o berço é que gera os grandes empreendedores que influenciam o mundo com a realização de seus projetos.

Resistir…

…aos comportamentos e formas de viver contrárias aos valores morais cultivados em casa pode ser difícil, mas compensa. Uma pessoa realmente autêntica é capaz de se sentir mais satisfeita sendo fiel às próprias convicções do que cedendo às modas e preferências de supostos amigos. Às vezes isso custa o afastamento de algumas pessoas, mas quase sempre isso é o melhor que podia acontecer.

Alegrar-se…

…com coisas simples é bom demais! É só lembrar daquela piada contada depois do churrasco de domingo, quando até o mais sisudo dos tios foi incapaz de conter a gargalhada. O mesmo vale para quando se entra para valer no mundo das crianças, virando alvo fácil num ataque de almofadas ou disparos certeiros de uma mangueira d’água.

Chorar…

…de emoção a cada apresentação de dia das mães ou dia dos pais. Por mais previsíveis que sejam, as lágrimas não dão a mínima e se exibem à vista de todos. Não existe pai durão o bastante que não derreta ao ouvir aquela pequena pessoinha que é parte de você dizendo que te ama.

Leia também