Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Bigstock.
Bigstock.
Casamento e Compromisso

5 razões para evitar o divórcio

Acabar com o casamento depois de uma briga é precipitado e pode trazer consequências amargas pelo resto da vida

Muitos divórcios são causados por brigas, seguidas pelo desejo de ser feliz e da confusa tese de que isso só será possível sem a pessoa com quem o conflito acabou de ocorrer. Para a especialista em inteligência emocional Semadar Marques, a possibilidade do divórcio sempre deve ser repensada, principalmente quando há filhos envolvidos, pois eles serão profundamente afetados, independentemente de sua idade.

“O ideal é repensar o que fez você gostar daquela pessoa e o que lhe fez tomar a decisão tão importante de casar com ela, tudo que já superaram juntos, se vocês estão realmente investindo no casamento, na compreensão mútua, na parceria, em momentos de delicadeza um com o outro, se estão dedicando tempo para namorar e se curtir o suficiente”, afirma Semadar.

Difícil decisão

O relacionamento a dois traz sempre uma série de desafios e a situação se complica quando os envolvidos se recusam a abrir-se para o diálogo, impedindo o entendimento mútuo. Mas é fundamental buscar os reais motivos do desconforto, onde a confiança foi quebrada e porquê e superar o orgulho de falar o que realmente está sentindo.

Outra falsa expectativa é acreditar que é possível ser mais feliz sozinho ou em outro relacionamento. “A felicidade verdadeira vem de dentro. Se não há a disposição de olhar para si mesmo, conhecer suas próprias emoções e buscar as necessidades que existem por trás delas, entender as suas verdadeiras carências, não se encontrará a felicidade nem dentro nem fora de um relacionamento. O que ocorre muitas vezes é a ilusão de que viver sozinho lhe dará liberdade, que pode ser precedida de um profundo arrependimento. Se as dificuldades que existem dentro não forem encaradas, a probabilidade delas voltarem em um novo relacionamento é bem grande”, completa Semadar.

 A pedido do Sempre Família, Semadar Marques aponta 05 razões para as pessoas desistirem do divórcio:

  • Investigue se há aproximação emocional – Procure conhecer os sentimentos mais profundos e verdadeiros de seu cônjuge. Investir nesta aproximação emocional irá auxiliar na empatia de um pelo outro, o que facilita a compreensão e a comunicação. “Falar com o coração o que realmente estamos sentindo nos aproxima e casamento nada mais é do que confiança, respeito e sinceridade mútuas.”
  • Sofrimento dos filhos – Seus filhos aprendem a resolver suas questões emocionais através do seu exemplo. Investir na resolução dos conflitos e na compreensão mútua irá gerar um ótimo modelo emocional para que eles levem para suas vidas esse exemplo.
  • Verifique se houve tentativa de superar a rotina – Perceber primeiramente se a rotina e o dia a dia desgastaram a relação é fundamental. Quando percebemos que o outro está se esforçando para dar o melhor de si, a admiração e o respeito se intensificam.
  • Avalie se há influência de amigos/parentes/vizinhos – A melhor maneira de gerar insegurança é a comparação. Cada casal e situação são únicos e a melhor maneira de entender isso é investindo em autoconhecimento. “Não se influencie pelo que os outros dizem, somente você poderá dirigir e tomar as melhores decisões para a sua própria vida.”
  • Reflita se praticou a aceitação – Um relacionamento não é composto de pessoas idênticas. Saber respeitar a diferença, a dificuldade, as amizades, as manias e os gostos do outro é fundamental. Perceba se você está atento e aberto para aceitar o outro na sua realidade. Mostre amorosamente aquilo que você não aceita, pois fere e invade a sua individualidade, mas aprenda a respeitar e compreender as dificuldades do outro.
Leia também