Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Crédito: Bigstock.
Crédito: Bigstock.
Casamento e Compromisso

5 coisas que mulheres casadas devem deixar de fazer para melhorar o casamento

Abrir mão de alguns hábitos pode tornar a relação com o seu cônjuge melhor do que você jamais imaginou

Homens e mulheres; dois mundos completamente diferentes. Cada um tem uma maneira de pensar e agir de acordo com sua natureza feminina ou masculina, algo que, no relacionamento conjugal, é evidenciado o tempo todo. É o que fala a blogueira Ashley Willis que, depois de seu marido publicar 09 coisas que os homens casados ​​devem parar de fazer, se propôs a indicar hábitos das esposas que podem afetar o casamento. Conheça quais são:

  1. Pare de tratar seu marido como se ele fosse uma criança: Isso poderia enervar alguns, mas muitas vezes acontece conosco. Em um esforço para “fazer o melhor” de nossos maridos, começamos a tratá-los como suas mães. Se queremos ter melhor do nosso cônjuge, então devemos demonstrar respeito, mesmo que ele não pareça muito digno disso. “Eu sei que parece um pouco louco, mas a maioria dos livros que li sobre casamentos enfatizava a grande necessidade do marido ser respeitado por sua esposa.” Demonstre respeito a ele e veja o que acontece. Espere um pouco para ver como as coisas melhoram. Como mulheres, temos poderes especiais para isso, lembre-se de que seu marido precisa de uma esposa, não de outra mãe.

 

  1. Pare de esperar que seu marido entenda sua comunicação não verbal. Apenas fale francamente, dizendo com precisão o que realmente sente. Nós temos boa intuição, por isso esperamos que os nossos maridos também a tenham. A parte engraçada e frustrante é que 09 em cada 10 vezes, eles só entendem quando falamos. Eles não lêem nossa linguagem corporal, suspiros e os movimentos dos olhos. Isso se torna um problema enorme quando você constantemente confia em demonstrações não verbais para dizer o que deveria expressar falando. Nossas expressões não verbais apenas devem melhorar nossas palavras, não ocupar o lugar delas. Como mulheres casadas, não podemos deixar de falar usando as palavras, mesmo que seu marido evite diálogos. Aborde seu marido com amor e compartilhe o que tem em seu coração com ele. A intimidade começa com a interação.

 

  1. Pare de colocar seus filhos antes de seu marido. Isso pode ser um pouco controverso, mas como pais somos chamados a amar e proteger as nossas crianças com todas as forças. A principal maneira de fazer isso é dando prioridade ao casamento. “O maior presente que podemos dar aos nossos filhos não é algo que o dinheiro pode comprar. É um casamento saudável, feliz, amoroso que eles podem olhar como um bom exemplo. Meu marido sempre diz que temos o tipo de casamento que faz com que nossos filhos queiram casar um dia”. Isso não significa que temos que ser perfeitos. Significa apenas que os dois escolheram amar e se comprometem a promover um casamento sólido. Isso fornece uma espécie de amor e segurança para os nossos filhos que vai durar a vida toda.

 

  1. Pare de sair com amigos que desvalorizam ou falam mal de seu marido. “Diante dos meus olhos já vi como esse erro tem levado alguns ao divórcio”. Muitas vezes, nós nos tornamos como aqueles que nos cercam. Então, da próxima vez que você sair com seus amigos, preste muita atenção à forma como eles falam do seu marido. “Se tendem a ser negativos, eu diria que eles não são muito bons amigos. Quem não respeita o seu casamento pode prejudicar o seu casamento”. Quando ouvimos os nossos amigos falando mal de nosso marido, somos influenciados a vê-lo sob a mesma ótica negativa. Isso tem que parar. O casamento é difícil o suficiente sem amigos negativos que não ajudam você a apreciar o que tem. Se queremos construir e manter casamentos fortes, precisamos incentivar os nossos amigos a respeitar o sacramento do matrimônio como um todo.

 

  1. Pare de flertar com outros homens. Este é provavelmente o ponto mais óbvio para a maioria das mulheres, no entanto, é um problema em muitos casamentos. Pode começar inocentemente compartilhando risadas com um colega de trabalho, logo saem para almoçar apenas vocês dois. Antes que você perceba, começa a troca de e-mails durante o dia. Então, textos e telefonemas. E de repente você não para de pensar naquele homem. Você começa a esconder as suas conversas com essa pessoa do seu marido e, “de repente”, você está em um relacionamento sexual perguntando: “Como eu vim parar aqui? Como pude deixá-lo chegar até aqui?” Você pensa: “Era apenas um cara com quem eu gostava de falar no trabalho” ou “foi apenas um pequeno flerte inocente, certo?”.

 

Devemos abrir nossos olhos para a verdade. Flertar fora do nosso casamento é sempre venenoso. Não existe “flerte inocente”. Esta é a porta de entrada para as infidelidades que levam casamentos a ruína. Sempre que conversar com outro homem, pergunte-se: “Será que eu me sentiria confortável se meu marido tivesse essa mesma conversa com outra mulher?”. Também vale a pena se questionar se “eu teria esta conversa da mesma forma se meu marido estivesse presente?”

Se a resposta for “não”, então você se encontra fora dos limites, e a conversa precisa terminar imediatamente. Isto pode soar exagerado, mas pode salvar o seu casamento e protegê-la da tentação. “Quando brincamos com fogo, podemos nos queimar. Eu não quero qualquer uma de nós tenha que viver um casamento medíocre ou sentir a dor que a infidelidade pode trazer.”

 

Com informações de LaFamilia.info

6 Comentários
Leia também