Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
path3371
eu para blog
Jônatas Dias Lima

Blog da Vida

Opinião e notícia sobre as causas pró-vida e pró-família

Fernando Haddad, o homem do “kit gay”, vira conselheiro da PUCSP

A nomeação foi assinada pelo próprio cardeal arcebispo de São Paulo, dom Odilo Scherer.

Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

Fernando Haddad, o ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação acaba de ser nomeado membro do  Conselho Universitário (Consun) da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP), um dos conselhos superiores da instituição – junto com o Conselho Administrativo – e que pode, entre outras coisas, impedir a indicação de um reitor. Eles fizeram isso em 2012, quando acharam que a escolhida por dom Odilo era católica demais.

Aos que já tiveram a sorte de esquecer, o blog relembra alguns dos programas adotados por Fernando Haddad que tem tudo a ver com a visão de mundo da Igreja Católica:

 

  • Em 2010, como ministro da Educação, promoveu a distribuição de máquinas de camisinha em escolas públicas, inclusive naquelas que ofereciam ensino fundamental, cujos estudantes mais novos tinham sete anos de idade;
  • Em 2012, ainda como ministro, tentou emplacar o chamado “kit gay”, ou seja, um conjunto de materiais didáticos que falavam sobre sexo, homossexualidade e identidade de gênero a crianças de 11 anos;
  • Em 2015, já como prefeito de São Paulo, lançou o programa Transcidadania, jocosamente chamado de “bolsa-travesti”, que concedia bolsas mensais de R$ 840 para travestis e transexuais, além de promover campanhas para que a população os chame pelo “nome social” que escolheram;
  • Em 2016, seu último ano na gestão da cidade, colocou a Parada Gay de São Paulo no calendário oficial da cidade, numa tentativa de impedir que qualquer prefeito que viesse depois dele impedisse a realização ou deixasse de financiar o evento. No ano passado, o então prefeito Haddad investiu R$ 1,5 milhões de reais na comemoração que coleciona episódios de blasfêmias e insultos à fé cristã.

 

Diante desse resumo de currículo, não deixa de ser constrangedor e curioso constatar que, conforme prevê o Estatuto da PUCSP, sua nomeação foi aprovada pelo próprio Cardeal Arcebispo de São Paulo, dom Odilo Scherer.

De fato, Haddad pareceu bastante grato ao religioso em sua fala, divulgada nas rede sociais após a nomeação:

“Com muita honra passo a integrar o Conselho universitário desta prestigiosa instituição na condição de representante da sociedade civil. Nomeado pelo nosso Cardeal Dom Odilo Scherer, a quem agradeço a confiança, coloco-me à disposição da comunidade de professores, estudantes e funcionários e da nossa reitora Maria Amalia. É sempre bom estar junto a vocês.”

O que? Você não acha que Haddad tem muito a acrescentar a uma renomada universidade católica? Então divida sua opinião com o arcebispo.

Por

Comentários

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Leia também