Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
path3371
eu para blog
Jônatas Dias Lima

Blog da Vida

Opinião e notícia sobre as causas pró-vida e pró-família

Dois eventos próximos que mostrarão o absurdo de se legalizar o aborto em caso de zika

A retirada da ADI 5581 do calendário do STF é uma vitória temporária que não pode fazer o movimento pró-vida relaxar

STF-noite-e1463145426964-1024x614-1024x585

Na noite da última quinta-feira (09/05) o movimento pró-vida foi surpreendido com uma excelente notícia cuja causa permanece misteriosa. O ministro Dias Toffoli tirou de pauta o julgamento da ADI 5581, previsto para 22 de maio. Trata-se daquela ação que poderia legalizar o aborto nos casos em que a mãe estiver infectada pelo zika vírus. Ninguém sabe ao certo o que motivou Toffoli a tirar da agenda o processo – ou ninguém revelou o motivo real em público – mas é fato que corriam nos bastidores várias iniciativas, protagonizadas por distintos agentes, para evitar a legitimação da eugenia via judiciário, exatamente o que aconteceria se a atual formação do STF julgasse essa ação.

 

ADI 5581

 

A retirada de pauta, contudo, é uma vitória temporária, um adiamento do pior cenário. Por isso, os eventos que estavam em preparação há semanas para evidenciar a fragilidade dessa ADI e suas desumanas consequências permanecem prioritárias para quem defende a vida desde a concepção.

Nos próximos dias serão dois os eventos com foco claro nessa ADI. Um deles é virtual, promovido por influentes lideranças pró-vida e pode ser acompanhado por qualquer um pelas redes sociais. O outro, mais institucional, deve reunir autoridades do governo Bolsonaro e do Legislativo numa audiência pública conjunta requerida por várias comissões da Câmara dos Deputados.

Ainda trataremos de cada um deles de forma individual nos próximos posts.

Confiram os cartazes:

 

STF - VIDA

 

Evento MMFDH

 

***

Curta a fanpage do Blog da Vida no Facebook 

Siga o blogueiro:

 

 

Por

Comentários

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Leia também