Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Facebook/Tanya Renfro
Facebook/Tanya Renfro
Virtudes e Valores

Após perder coleção de dinossauros em incêndio menino recebe mais de 100 brinquedos pelos correios

Riley e a avó fugiram do incêndio na Califórnia e deixaram vários pertences para trás, incluindo a coleção de dinossauros do menino; agora, com a ajuda de amigos e até desconhecidos ele ganhou novos brinquedos

Em novembro, quando incêndio Camp Fire atingiu a Califórnia, Riley Wooten, de apenas quatro anos, sua avó e um cachorro precisaram fugir de casa, assim como os vizinhos. Na pressa para sair, a família de Riley só conseguiu pegar algumas peças de roupa e o menino, que é fã de dinossauros, pegou somente o seu preferido, mas deixou sua valiosa coleção para trás.

A família conseguiu sair com segurança da cidade e encontrou abrigo na casa de uma tia-avó de Riley, Tanya Renfro. Sabendo do acontecido, várias pessoas entraram em contato para saber como ajudar o menino e a avó nesse momento. Em resposta, Tanya fez uma publicação no Facebook apresentando Riley, contando o quanto ele foi corajoso durante a saída da cidade e fazendo um pedido.

“Esse pequeno é meu novo herói. Ele fugiu do fogo com minha irmã e estava muito calmo acariciando a mão dela, que estava chateada em fugir. E ele dizia a ela que estava tudo bem”, diz ela na publicação. “Esse garoto perdeu quase todos os seus brinquedos e a coleção de dinossauros. Ele vive e respira dinossauros e fica perguntando se eles foram queimados”, explicou ela. Por isso, Tanya pediu que aqueles amigos que quisessem ajudar de alguma forma, enviassem novos dinossauros para Riley.

Para a surpresa de Tanya e Riley, dias depois começaram a aparecer caixas e mais caixas na porta da casa deles. Além de dinossauros, cobertores e outros itens decorados com os animais preferidos do menino, vieram. E não somente de gente conhecida. Como os amigos de Tanya compartilharam sua publicação no Facebook, remetentes desconhecidos também mandaram sua contribuição.

Em pouco tempo Riley tinha cerca de 100 novos dinossauros para sua coleção. E as caixas continuam chegando. Ao “The Washington Post“, Tanya contou que ficou maravilhada com a generosidade das pessoas com o sobrinho-neto. “ Não consigo descrever o quanto a comunidade se uniu para ajudar. Todo mundo perdeu tudo, ninguém teve tempo de pegar suas coisas”, disse.

A família está muito agradecida por todos os que estão ajudando Riley a lidar com o trauma de perder sua casa e seus pertences, principalmente os dinossauros tão queridos. Vez ou outra Riley chora e diz que quer voltar para casa, segundo Tanya. Ele lembra das coisas que ficaram para trás, mas diante do que tem recebido volta a se animar. E com tudo isso o pequeno já tem aprendido a também ser generoso. É que ele tem separado alguns dinossauros para doar a outras crianças que também têm sofrido após o incêndio.

***

Recomendamos também:

***

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter.

Newsletter Estilo de Vida

Aqui os valores fazem parte da notícia

Clique e leia
Leia também