Sempre Família - Porque cuidar é fundamental

Conecte-se ao Sempre Família

Siga-nos:
PUBLICIDADE
Monastiraki square, Athens.
IMG_20160203_155403 (1)
Josair Bastos

Ágora

Espaço ao debate cultural e político

Previsões sobre Mourão

Qual será o futuro de Mourão

buraco

Mourão que, da pacata vida na reserva, fora alçado ao posto de Vice, parece hipnotizar-se com o perfume de jornalistas, derreter-se, como sorvete, nas mãos de Carola e entregar-se às volúpcias das carícias canhotas, a fim de agradar videotas.

“Mas e as previsões?” O senhor me questiona. “Escreveu previsões no título no intuito de causar alguma impressão impactante?”. Ora, fosse eu um Mago para seguir a estrela, mas nem em calcular o dia pascal me dou bem. Perco-me nos símbolos de minhas próprias letras, achas mesmo que eu falaria como um William Lilly? Mutatis mutandi, o que direi do Vice é motivo de preocupação, mais para ele do que para nós. É o que eu desejaria.

Minhas previsões políticas não costumam falhar. Pois quando meus colegas desta Gazeta nem cogitavam em dizer ao povo que aquele que viria a sofrer um atentado era o nome da vez, eu já demonstrara sua força. Ou quando debochavam do slogan da América grande novamente, nós já afirmávamos o favoritismo de tal campanha, de tal movimento, de tal onda.

Mas o que são algumas análises acertadas? Queria mesmo era ter o dom de perceber as luzes da Rosácea de Notre-Dame. Ver a suave aurora erguendo-se ao chamado de Vênus que traz o sol junto às maviosas cores que irrompem no céu ao clarear do dia, é o máximo que posso. Não é difícil perceber, também, o vermelho bravo de Marte, e o porquê de suas guerras. Mas para ver isso, basta ter olhos, e apesar de tê-los os dois, não consigo perceber os símbolos da natureza muito além da lua que morre, quando aproveito e aparo a grama, que então cresce lentamente. Por falar em morosidade, voltemos ao Mourão. Como dito, sua ascensão política não foi nada morosa, e pode-se dizer que sua atividade está bem amorosa, romântica mesmo, como um sonho de verão.

Pelo menos é esta a aparência, com direito a cabelo pintado e rosto maquiado. Mas macaqueada mesmo é a sua relação com o Presidente. Dizem que seu partido nanico trama criar uma trupe com cem representantes. Mas, ainda que tramoias sejam alimentadas na cabeça pintada do vice, isto não é o pior. Sua adesão ao positivismo, sua defesa abortista, sua ingente ignorância sobre o mínimo do que está além da diferença de cores entre as casernas, sua falta de respeito, de gratidão, de humildade et cetera, só podem o levar a um abismo com acesso direto ao Tártaro, onde ele mesmo projeta buracos para a fuga dos monstros. Ficasse na caverna com Medusa, seu antigo amor. Agora ajuda Gaia a alimentar o Tifão. Alguns dizem que Tifão já fugiu e que, enquanto ele corre e treme a terra e cospe fogo, todos os que o veem correm com um medo nunca dantes visto. Mas isto, certamente, é boataria. Vamos aos fatos.

Dos votos dados à campanha vitoriosa, zero vírgula um por cento proveio de apoiadores de Mourão. Apesar de sua militância ser inexistente, há um canto de sereia que o encanta. Que o chama de gatinho. O que era Tifão, se transforma em bichinho. Ao que tudo indica, este feitiço não tem cura. Mourão há de continuar atrapalhando e enchendo o saco. Mas não adianta espernear contra quem ri e debocha de suas presepadas. Ridendo castigat Mourao. E por mais que trame, deixará o governo, cedo ou tarde, sem moral, e tentará garantir uma vaga de deputado. Talvez consiga se eleger puxado pelos votos de um outro, a exemplo de muitos, ou voltará à reserva, lugar donde estaria muito melhor alojado.

Ágora, Sempre Família

Por

Comentários

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Leia também